Câmara vota nesta terça criação da Taxa de Preservação Ambiental em retorno das atividades parlamentares

Da Redação
[email protected]

A Câmara Municipal retoma suas atividades nesta terça-feira (02) após o recesso parlamentar que teve início em meados do mês anterior. Para este retorno, o legislativo vota a criação da Taxa de Preservação Ambiental, proposta pelo prefeito Guti (PSD). Alem desta proposta, a gestão gutista enviou para aquela Casa de Leis outras cinco propostas para avaliação dos vereadores.

Os demais projetos de autoria da Prefeitura são a criação do Fundo Municipal Funerário, alteração da lei de concessão de benefícios fiscais, regularização de impostos de templos religiosos, estabelecimento do piso salarial para profissionais do cirurgião dentista, além da criação da Junta de Recursos de Edificação e Licenciamento.

Para esta primeira sessão do ano e da 18ª legislatura, o vereador Fausto Martello (PDT), presidente daquela Casa de Leis, adotou diversas medidas, entre elas o sistema híbrido para participação dos parlamentares e sem a presença de público. Desde o mês de abril de 2020, o legislativo guarulhense trabalhou de forma remota.

As sessões que voltam a ser realizadas às terças e quintas, a partir das 14h, irá contar somente com a presença de profissionais da imprensa, devidamente cadastrados, os parlamentares e um assessor por vereador, que deverão ficar na galeria do plenário daquela Casa de Leis por medidas de segurança e prevenção a possibilidade de contágio pela covid-19.