Governo de SP planeja anunciar lockdown das 22h às 5h em todo o estado

O governo do estado planeja colocar todas as cidades de São Paulo em lockdown, entre 22h e 5h, para frear o avanço da covid-19. A ideia foi defendida nesta terça-feira (23) em reunião com o Centro de Contingência da Covis-19, e tem forte apoio dentro do governo, segundo apurou o jornal O Estado de S.Paulo. Nesta semana, o estado atingiu seu maior número de internações em UTI desde o início da pandemia. A decisão final será tomada nesta quarta-feira (24), quando o governador João Doria vai anunciar as novas medidas de restrição.

Ainda não há detalhes sobre como seria a fiscalização, mas a intenção é que haja uma “orientação” para que as pessoas fiquem em casa nesse período. Não se fala ainda em atuação da polícia impedindo as pessoas de saírem às ruas. Bares, restaurantes e comércio estariam fechados. Uma nova reunião na manhã desta quarta-feira vai ainda definir os detalhes.

Segundo o Estadão apurou, o governo não pretende, por enquanto, mudar o funcionamento das escolas públicas e particulares, que voltaram às aulas presenciais neste mês. O secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, é um forte defensor de as escolas continuarem abertas mesmo em períodos mais críticos da pandemia, mas tem sofrido pressão de sindicatos dos professores.

Um decreto estadual, de dezembro, permite a continuidade das aulas presenciais mesmo na fase vermelha, a mais restritiva do programa estadual de flexibilização, o Plano São Paulo. A Prefeitura da capital também não tem intenção de restringir a volta às aulas presenciais nas redes pública e privada, segundo fontes.