Coral de idosos do Eniac se apresenta em um ônibus pelas ruas de Guarulhos

O Eniac promoveu uma apresentação itinerante com o Coral Vida Nova, na manhã desta quinta-feira (08), pelas principais ruas de Guarulhos. O ônibus, com o grupo formado por 16 pessoas acima de 60 anos, saiu do campus do Eniac, no centro de Guarulhos, passou por outros locais, como a Avenida Tiradentes; Bosque Maia; Lago do Patos e, no encerramento, retornou ao ponto de partida.

Todos os integrantes do coral, que participaram do evento, estão imunizados com as duas doses da vacina contra a Covid-19. Um alívio para o maestro Rafael Monteiro. “Por causa da pandemia, estamos um ano e meio parados. Eu e os coralistas sentimos muita falta das nossas atividades. Como não podemos nos reunir no Eniac, por enquanto, fazer esta apresentação foi uma forma que encontramos de realizarmos algo. Esta é a primeira vez que nos reencontraremos após o início do surto de coronavírus”, explicou Monteiro.

Apesar de todos estarem vacinados, o evento obedeceu a todos os protocolos sanitários no combate à Covid-19. “Estamos tomando todos os cuidados possíveis. É um momento único nas nossas vidas. Infelizmente, perdemos seis coralistas por causa do Covid-19 ou de complicações decorrentes da doença. Foi um turbilhão de sentimentos. Choramos, mas também rimos muito”, sintetizou o maestro.

O professor Ruy Guérios, mantenedor do Eniac, afirmou que o retorno do Coral Vida Nova é bastante significativo para a instituição. “A música faz parte das nossas vidas. No cenário em que estamos, aos poucos, retomando nossas rotinas com o avanço da vacinação no Brasil, podemos dizer que o evento é um marco para o Eniac, bem como para os coralistas”, resumiu. 

Set list

A apresentação começou, como sempre, com uma oração, Pai Nosso e Ave Maria. Na sequência, canções como “Eu quero um Xodó”, “Xote das Meninas”, “É preciso saber viver”, “Pot-pourri (Pula Fogueira/Isto é lá com Santo Antônio)”, “Paz do Amor” e “Amigos para Sempre”.

Rafael Monteiro fez questão de ressaltar que, além de promover entretenimento, o ato de cantar também é benéfico à saúde dos idosos. “Uma reportagem exibida há algum tempo mostrou uma pesquisa realizada no Japão. O estudo apontou que cantar pode retardar os efeitos de algumas doenças, como o mal de Alzheimer, proporcionando uma qualidade de vida mais duradoura aos coralistas”, explicou. 

Coral Vida Nova

Criado em 1989, na cidade de Guarulhos, o Coral Vida Nova vem construindo uma linda história com sua musicalidade, que vem do coração de cada integrante. O coral é composto por vozes acima de 60 anos e já se apresentou na Câmara Municipal de São Paulo, Câmara Municipal de Guarulhos, Espaço Cultural da Caixa Econômica Federal, hotéis, shoppings, igrejas etc.

Em 2014, o coral gravou seu primeiro CD, com um repertório ímpar, cantando músicas de Frank Sinatra a Dorival Caymmi. Três anos depois, o grupo lançou o segundo CD, intitulado Cantata de Natal.

Durante sua trajetória, o coral teve quatro regentes: Américo Testae, Edilson Walney, Gleiziane Pinheiro e Rafael Monteiro, o atual maestro.