Casa das Rosas realiza I Jornada Internacional de Poesia Visual

Foto: Mário Alex Rosa

Mais de 270 poemas visuais e mais de 50 convidados, nacionais e internacionais, integram a programação que também traz a I Mostra Virtual de Poesia Visual

A I Jornada Internacional de Poesia Visual: Pesquisa e Criação recebe pesquisadores e poetas brasileiros e estrangeiros para debater as questões dessa forma de criação poética, com o objetivo de traçar um panorama histórico e crítico dos movimentos e procedimentos que constituíram o gênero e refletir sobre sua realidade atual. Realizado pela Casa das Rosas – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciada pela Poiesis – com o apoio da UNESP e da USP, o evento, que acontecerá de 8 a 13 de novembro, busca ampliar as relações entre praticantes de poesia visual em nível global e apresenta a produção de poetas e pesquisadores de 28 países.

Uma das atrações da Jornada será a exibição da I Mostra Virtual de Poesia Visual, onde estarão reunidas as produções históricas e contemporâneas a partir de contribuições de poetas convidados e inscritos. Toda a programação é gratuita e será apresentada pelo Zoom. No encerramento, no próximo sábado (13), as atividades também serão oferecidas no jardim do museu: lançamentos de livros de Franklin Valverde, Roberto Keppler e Sylvia Amélia, além de poemas visuais e performances audiovisuais. O público interessado em assistir às conversas e apresentações deve se inscrever pelo site do evento ( clique aqui).

Confira o alcance significativo das inscrições de poetas e pesquisadores para a I Jornada e a I Mostra:

277 poetas (do Brasil e do exterior) inscreveram suas obras;
Mais de 700 poemas;
90 pesquisadores (do Brasil e do exterior) inscreveram seus trabalhos/comunicações;
53 poetas e pesquisadores (do Brasil e do exterior) convidados;
60 comunicações/palestras e 30 conferências acontecerão durante a I Jornada .

“Um evento sobre poesia visual deste porte não acontecia em São Paulo desde 1988. Representa uma oportunidade rara de poder conhecer essa produção poética – cada vez mais presente no mundo contemporâneo – através de um amplo plainel que permite perceber sua riqueza e diversidade”, destaca Júlio Mendonça, coordenador do Centro de Referência Haroldo de Campos (CRHC) da Casa das Rosas, a respeito da grande dimensão que a I Jornada e a I Mostraalcançaram diante dos agentes desse gênero lírico.

A idealização da I Jornada e da I Mostra voltadas à poesia visual surgiu do encontro do arte-educador, poeta e artista visual Anderson Gomes e da pesquisadora Juliana Di Fiori Pondian, voltada para os estudos de poesia, literatura, linguística, tradução e semiótica. Para formar a comissão organizadora do evento, a dupla convidou Júlio Mendonça, coordenador do CRHC, poeta, doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e especialista em Gestão Pública pela UFABC, além de Omar Khouri, doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, poeta, artista gráfico e professor no Instituto de Artes da UNESP, e Antonio Vicente Seraphim Pietroforte, professor titular de Semiótica da FFLCH-USP, com doutorado em Linguística pela mesma universidade. A proposta é que esses eventos sigam uma periodicidade bienal.

Entre os convidados para as mesas de conferências da I Jornada se encontram André Vallias (BRA), Clemente Padín (URU), Francis Éveline (BEL), Jacques Donguy (FRA), Lenora de Barros (BRA) e Nancy Perloff (EUA). Para a lista completa, acesse o campo ” convidados” do site. Outro destaque da I Jornada são os depoimentos em vídeo: 15 poetas visuais brasileiros relatam a respeito de suas concepções de poesia visual e esses documentos também ficarão disponíveis no site do evento.

A I Mostra Virtual de Poesia Visual exibirá poemas de Augusto de Campos (BRA), Ana Aly (BRA), Fernando Aguiar (POR), Marcelo Sahea (BRA), Marcelo Tápia (BRA), Maria Angélica Carter Morales (ARG) e Serse Luigetti (ITA), entre muitos outros.

O público já pode entrar em contato prévio com a origem e a história da poesia visual – com registros desde pelo menos o século III a.C em diferentes línguas e culturas – que incluem uma linha do tempo com as atrações concentradas neste gênero e realizadas desde os anos 1950 – por meio do site do evento (link aqui). “O que diferencia esses poemas que não são considerados parte da poesia dita tradicional?”, essa e outras questões irão movimentar as conversas entre pesquisadores, convidados e poetas visuais que estão na programação descrita a seguir.

Serviço:

I Jornada Internacional de Poesia Visual: pesquisa e criação
8 a 13 de novembro, segunda a sábado
Plataforma: Zoom
Inscrições abertas até 8/11 – aqui
Conheça o site do evento
**Os ouvintes com frequência mínima de 70 % terão certificado de presença.

Open Bar, segunda a sábado: sala livre e aberta 24 hora, via Zoom, para os encontros nos intervalos ou após as sessões e com exibição de vídeos, poemas etc.

*A página da I Mostra Virtual de Poesia Visual será disponibilizada na abertura do evento, no dia 8 de novembro – aqui .

I Jornada Internacional de Poesia Visual: pesquisa e criação

SEGUNDA-FEIRA (08)

9h45 | ABERTURA

10h12 | MESA 1 – MOVIMENTOS POÉTICOS: CONCRETO/PROCESSO

A Poesia Concreta Brasileira e o Japão
L.C. Vinholes (BRA)

Minhas experiências no Poema-Processo
Falves Silva (BRA)

Um movimento, horizonte e momento vivo
Marcelo Tápia (BRA)

12h-13h30 | INTERVALO

Comunicações/palestras

13h3014h30 | MESA 2 – COMUNICAÇÕES

Un homenaje al papel. La poesía visual de Guillermo Deisler
Alejandro Martinez (EUA)

Firmar, Desapropiar & Poner en Circulación: Los Usos de Timbres en la Poesía Visual de Juan Luis Martínez y Guillermo Deisler
Leo Bazzurro (ING)

A visualidade poética na obra Artefactos de Nicanor Parra
Franklin Valverde (BRA)

13h30-14h30 | MESA 3 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

Cri de Charles Nokan ou la poésie visuelle du combat idéologique négro-africain
Coulibaly Tamfolo Roger (CIV)

« Le lait des tours marchés » de Werewere Liking ou le renversement du discours publicitaire dans la poésie visuelle
Nahadjenin Seleho (CIV)

Pra lá de Abjad: do Hurufyyia a Kamal Boullata
Diego Sampaio Dias (BRA)

14h45-15h30 | MESA 4 – COMUNICAÇÕES

A poesia como inscrição: o caso de Augusto de Campos
Nicollas Ranieri de Moraes Pessoa (BRA)

Augusto de Campos, poeta da recusa
Rafael Ferreira de Aquino Passos e Ayrton Senna Alves da Silva (BRA)

“Pluvial”: diálogo y metalenguaje en Augusto de Campos
Thiago Moreira Correa (BRA)

14H45-15H30 | MESA 5 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

Poésies concrètes
Lorenzo Menoud (SWI)

Schemes_Schemes. Un Dialogue Avec Higgins
Dimosthenis Agrafiotis (GRE)

L’apollinarien chez Guillermo de Torre et Vincente Huidobro
Héloïse Elisabeth Marie-Vincent Ghislaine Ducatteau (FRA)

16h-18h | MESA 6 – CONEXÕES CONCRETAS INTERAMERICANAS // INTER-AMERICAN CONCRETE CONNECTIONS

Poesia Concreta na América do Norte
Odile Cisneros (CAN)

A poesia visual no México
Rodolfo Mata (MEX)

The Brazilian Transnational
Nancy Perloff (EUA)

TERÇA-FEIRA (09)

9h45 | RECEPÇÃO

10h-12 | MESA 7 – TRADIÇÕES E NOVOS CAMINHOS INTERMÍDIA // TRADITIONS AND NEWS WAYS INTERMEDIA

De la Poésie visuelle à la Poésie numérique, ou vers un élargissement du langage

Jaques Donguy (FRA)

La Poesia Intermediale

Giovanni Fontana (ITA)

O efeito bumerangue da nova poesia expandida portuguesa

Patricia Lino (POR)

12h-13h30 | INTERVALO

Comunicações/palestras

13h30-14h30 | MESA 8 – COMUNICAÇÕES

The multiple methodologies of visual poetry

Steven Fowler (UK)

Presenting an Interdisciplinary Toolbox to Analyse Visual Poetry

Philip Meersman (BEL)

Poesia visual: uma proposta de leitura para o estudo da serialidade

Lívia Ribeiro Bertges e Vinícius Carvalho Pereira (BRA)

13h30-14h30 | MESA 9 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

Tecnopoesía en entornos digitales

Silvio De Gracia (ARG)

Musa maquínica: máquinas y poesía en la era postdigital

Michael Hurtado Enríquez (PER)

Poesía digital: exploración de motivos

Angye Gaona (COL/MEX)

14h45-15h30 | MESA 10 – COMUNICAÇÕES

A World of Signs: The Women of Asemic Writing

Natalie Ferris (UK – Escócia)

Ana Hatherly – traço, letra, desenho

Erick Gontijo Costa (BRA)

Tras las huellas de una obra ilegible-imposible. Un recorrido por Mirtha Demirsache

Juan García Hernández (MEX)

14h45-15h30 | MESA 11 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

A palavra poética como forma de intervenção urbana

Anderson Marta Valfré (BRA)

Univoracidade(s): Cultura urbana e a linhagem brasileira da poesia visual nas obras

de Renato Negrão e Preto Matheus

Miguel de Ávila Duarte (BRA)

Diálogos entre poesia visual e arte postal hoje

Luíza Bernardes de Matos Marcolino (BRA)

16h-18h | MESA 12 – O CENTRO EM TODA PARTE // THE CENTER EVERYWHERE PART

Os Acadêmicos de Alciato: Poesia Visual Pernambucana dos Séculos XVII e XVIII

Delmo Montenegro (BRA)

Livro de artista mesoamericano, grafismo xavante e poesia verbo-visual

Sergio Medeiros (BRA)

Poesia de Vanguarda: Nordeste Brasileiro

Paulo Bruscky (BRA)

QUARTA-FEIRA (10)

9h45 | RECEPÇÃO

10h12h | MESA 13 – A LINGUAGEM DA POESIA VISUAL // THE LANGUAGE OF VISUAL POETRY

Poésie visuelle et typographie (des rapports étroits mais ambigus)

Francis Édeline (BEL)

Métamorphoses de l’écriture dans la poésie visuelle japonaise contemporaine

Marianne Simon-Oikawa (FRA)

Du vers à l’espace : l’exemple de Pierre Garnier

Martial Lengellé (FRA)

12h13h30 | INTERVALO

Comunicações/palestras

13h3014h30 | MESA 14 – COMUNICAÇÕES

Um olhar sobre o concretismo cearense: a poesia de Horácio Dídimo

Kedma Janaina Freitas Damasceno (BRA)

Ceará Concreto: a aventura visula gráfica de Alcides Pinto

Djavam Damasceno Da Frota (BRA)

Interseções do movimento concretista na poesia de Abelardo Romero

Edna Caroline Alexandria da Cunha Oliveira (BRA)

13h30 – 14h30 | MESA 15 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

La Poesía Visual en el aula de Filosofía. Posibilidades docentes

Antonio Martín Flores (ESP)

A retextualização de Poemas Visuais

Renata da Silva de Barcellos (BRA)

Palavra e visualidade, português e castelhano

Carmen Cardoso Garcia (BRA)

14h45 – 15h30 | MESA 16 – COMUNICAÇÕES

Freelance PoetArtistPerformer and Lecturer

Paula Claire (UK)

Poet

Karl Kempton (EUA)

How Does Poetry Change?

Jim Andrews (CAN)

14h45 –15h30 | MESA 17 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

A formação artística dos poetas do concretismo paulista

Luis Fernando Silva Sandes (BRA)

Além de Noigandres: o movimento da poesia Concreta brasileiro construído

através de suas relações internacionais

Marina Ribeiro Mattar (BRA)

Teoria da poesia neoconcreta nas trajetórias de Ferreira Gullar e Lygia Pape

Luiz Guilherme Ribeiro Barbosa (BRA)

16h – 18h | MESA 18 – ESTRUTURA: ENTRE O ANALÓGICO E O DIGITAL // STRUCTURE: BETWEEN THE ANALOG AND THE DIGITAL

Poesia visual e experimentação da linguagem

Almandrade (BRA)

Objeto Intersemiótico A caligrafia como aprendizado [sobre os poemas caligráficos podais_2020]

Marcelo Sahea (BRA)

POEMA / DESIGN / DIAGRAMA

André Vallias (BRA)

QUINTA-FEIRA (11)

9h45 | RECEPÇÃO

10h12 | MESA 19 – FORMAS POÉTICAS EM TRÂNSITO // POETIC FORMS IN TRANSIT

Análisis de dos poemas de José de Arimathéa

Clemente Padín (URU)

The Occult Scopes of Translation: translating found magic texts into visual poetry

Gazhal Mosadeq (IRI)

A Historical Perspective on the Chinese Concrete Poetry

Ting Huang (CHN)

?12h13h30 | INTERVALO

Comunicações/palestras

13h3014h30 | MESA 20 – COMUNICAÇÕES

Heterodoxias Poéticas em Portugal

Feliciano José Borralho de Mira (POR)

O pulsar e o farol: Augusto de Campos e Caetano Veloso pedem contato no espaço-tempo da poesia

Marcos Lemos Ferreira dos Santos (BRA)

Poetamenos de Augusto de Campos – uma transcriação intersemiótica da Klangfarbenmelodie de Anton von Webern

João Queiroz; Ana Luiza Fernandes; Pedro Atã; Marta Castello Branco (BRA)

13h3014h30 | MESA 21 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

A escrita amalgâmica dos babilaques de Waly Salomão

Tazio Z. de Albuquerque (BRA)

Babilaques: as invenções visuais de Waly Salomão

Sirley da Silva Rojas Oliveira (BRA)

A poesia visual de Emilio Villa – o labirinto da linguagem

Nayana Montechiari Crescencio (BRA)

14h4515h30 | MESA 22 – COMUNICAÇÕES

Joyce e a tipografia

Vitor Alevato do Amaral (BRA)

O que pode uma linha? Poesia e expressão na caligrafia japonesa

Rafael Tadashi Miyashiro (BRA)

Os escritos ópticos de Bob Brown: máquina de ler

Gabriel Baldo Kerhart (BRA)

14h4515h30 | MESA 23 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

Un alfabeto de John Cage: lectura-coreografía de los mesósticos y paradigma visual del texto como un poema partitura

Marco Antonio Bojorquez Martínez (MEX)

Poema y sujeto

Claudio Mangifesta (ARG)

Détours photographiques dans l’écriture d’Emmanuel Hocquard

Marie Kondrat (FRA)

16h18h | MESA 24 – POESIA E OUTRAS ARTES: LÍNGUA E LINGUAGEM // POETRY AND OTHERS ARTS: LANGUAGE AND LANGUAGE

Blackberry – palavra e imagem

Walter Silveira (BRA)

Orpheus Kristall: sobre um Libretto Visual De Ópera

Simone Homem de Mello (BRA)

Em trânsito

Lenora de Barros (BRA)

19h

HOMENAGEM A ERNESTO DE MELO E CASTRO E LAÍS REIS

SEXTA-FEIRA (12)

9h45 | RECEPÇÃO

10h12 | MESA 25 – TRÊS ARQUIVOS DA POESIA VISUAL // THREE FILES OF VISUAL POETRY

Registros biópsicos de la poesía visual en Argentina: entre la brevedad y la experimentación

Ornela Barisone (ARG)

Le ricerche verbo-visive italiane: Peculiarità e percors

Patrizio Peterlini (ITA)

Arquivo Fernando Aguiar

Fernando Aguiar (POR)

12h13h30 | INTERVALO

Comunicações/palestras

13h3014h30 | MESA 26 – COMUNICAÇÕES

Jean Dupuy – Les peintures anagrammatiques

Christian Xatrec (FRA)

O anagrama enquanto programa experimental em Ana Hatherly

Anne Courtois Vidal (FRA/BRA)

Os jogos barrocos de Ana Hatherly: intepretações acerca de “Leonorana” (1970)

Bianca Raupp Mayer (BRA)

13h3014h30 | MESA 27 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

A poesia concreta e a palavra

José Carlos Prioste (BRA)

O Centro de Estudos ASTER e a Poesia Visual

Bruno Sayão (BRA)

Selo

Sergio Augusto Medeiros (BRA)

14h4515h30 | MESA 28 – COMUNICAÇÕES

Poesía Visual: cuando el dibujo, la escritura y el diseño juntan fuerzas

Alejandro Thornton (ARG)

Presentación de VISO: aproximación a una imaginería lírica en Venezuela

(poesía visual, objetual y collages) I y II

Ender Rodríguez (VEN)

Abra el libro como quien pela una fruta: medio, lenguaje e imagen en la poesía peruana regional del siglo XX

Pamela Angela Medina Garcia (PER)

?14h4515h30 | MESA 29 – COMUNICAÇÕES (SESSÃO PARALELA)

?Poesia e Antipoesia: crise e expansão

Alex Hamburger (BRA)

Verbequívocovisual

Diego Sampaio Dias, Gabriel Kerhart, Victor Scatolin Serra (BRA)

Quando a página não basta: a inespecificidade dos meios no campo expandido da poesia

Rita Balduino (BRA)

16h18h | MESA 30 – ARQUIVOS E HISTÓRIA // FILES AND HISTORY

?Arquivo Décio Pignatari

Maria Adelaide Pontes (BRA)

Breve histórico sobre poema visual: memória e conservação

Hugo Pontes (BRA)

Artistas poetas editores

Amir Brito Cadôr (BRA)

19h | LANÇAMENTO DO LIVRO CONCRETE POETRY: A 21ST-CENTURY ANTOLOGY, DE NANCY PERLOFF

SÁBADO (13)
O encerramento conta com as seguintes atividades presenciais na área externa do museu Casa das Rosas:

17h

POEMAS VISUAIS E PERFORMANCES EM VÍDEO
Exibidos ao longo de todo o dia com projeção no muro do museu e transmissão simultânea na sala on-line (Zoom)