EDP orienta sobre instalação segura de enfeites natalinos

Falta um mês para o Natal e muitas residências e estabelecimentos comerciais já começam a ser decorados com árvores de Natal e enfeites luminosos. A EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, orienta sobre a instalação e utilização correta dos pisca-piscas e outros equipamentos elétricos utilizados de forma provisória na decoração natalina, evitando possíveis acidentes ou susto pelo aumento da conta de luz ao final dos festejos.

Os cuidados devem começar na hora da compra do material. O ideal é escolher itens de qualidade, para garantir o melhor isolamento elétrico possível. Por isso, recomenda-se a compra de produtos regulamentados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), os quais trazem em sua embalagem a comprovação dos requisitos obrigatórios de qualidade e segurança.

Em relação aos pisca-piscas, a sugestão é investir naqueles com lâmpadas de LED, mais econômicas, eficientes, duráveis e, por isso, mais ecologicamente corretas. Para instalação em área externa, sujeita a chuva ou alagamento, os enfeites devem ser impermeáveis, pois eles são mais seguros e duram mais.

Na embalagem do produto também é importante avaliar a potência em watts (W), que corresponde à carga demandada. Isso por que, quanto maior a potência, maior será o consumo do enfeite de Natal. “Equipamentos de potência elevada devem ser colocados em tomadas exclusivas, minimizando a probabilidade de sobreaquecimento do circuito elétrico interno e a fuga de corrente e, consequentemente, risco de acidentes e aumento na conta de luz”, diz Roberto Miranda, gestor da EDP.

Um curto-circuito na rede elétrica pode ser ocasionado pela má utilização dos equipamentos ou por seu uso prolongado em uma mesma tomada. Confira mais alguns cuidados importantes:

?                 Para não ocorrer sobrecarga de energia caso a quantidade de enfeites seja grande, busque a orientação de um eletricista, que vai calcular o que pode ou não ser ligado.

?                 Muitas árvores de Natal são feitas de arame, e por ser altamente condutor de energia, esse material deve estar bem isolado para impedir energização acidental.

?                 Fios desencapados podem provocar choques, curtos-circuitos e até incêndios. Passar fios por baixo de tapetes ou por trás de cortinas aumenta o risco de acidentes.

?                 Antes de substituir lâmpadas queimadas dos enfeites, desligue os equipamentos da tomada.

?                 Desligar os enfeites luminosos antes de dormir ou sair de casa pode contribuir para a redução do valor da conta de energia e evitar acidentes.

?                 Para enfeites em áreas externas, verifique a proximidade com a rede de energia da EDP, pois, no caso de chuva forte com vento, a iluminação decorativa instalada pode tocar a rede elétrica da Distribuidora e provocar sérios acidentes.

?                 Em caso de falta de energia, antes de entrar em contato com a Distribuidora é importante verificar o disjuntor da residência.

No caso de ocorrências que envolvam a rede elétrica, a EDP deve ser contatada pelos canais de atendimento, gratuitos e 24 horas:

– EDP Online: www.edponline.com.br;

– Aplicativo EDP Online (Compatível com as plataformas Android™, iOS e Windows);

– Central de atendimento por telefone (0800 721 0123);

Dia D da Segurança com Eletricidade

No próximo dia 26 de novembro, a EDP, instituições públicas e as demais concessionárias de energia elétrica que atuam no estado de São Paulo unirão forças para alertar a sociedade sobre a importância da prevenção para evitar a ocorrência de choques elétricos. No “Dia D da Segurança com Eletricidade”, os parceiros reforçarão as suas comunicações para chamar atenção sobre os riscos e dar orientações de como prevenir os acidentes.

Participam da iniciativa Ministério Público do Trabalho (MPT), Divisão Técnica de Vigilância Sanitária do Trabalho – Centro de Referência em Saúde do Trabalhador Estadual (DVST-CEREST), Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) de Piracicaba, Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (ABRACOPEL), as empresas CPFL, Elektro e ENEL Brasil, responsáveis pelo abastecimento de energia elétrica no território paulista, Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Estado de São Paulo (SINTESP), Sindicato dos Trabalhadores Energéticos do Estado de São Paulo (SINERGIA-SP), além de diversos Departamentos de Vigilância Sanitária municipais, CERESTs municipais e entidades da sociedade civil.

A mobilização tem como objetivo reduzir os números de acidentes com choques elétricos, seja em casa, seja trabalhando em uma obra, seja tocando em um fio na rua ou até empinando uma pipa. São muitas as possibilidades de acidentes e poucas as chances para as vítimas. A ideia é usar a informação como arma para prevenir tais ocorrências.

Para mais informações sobre segurança com rede elétrica, acesse: https://www.edp.com.br/seguranca