Carnaval: Uniblocos defende decisão conjunta com a prefeitura

Imagem: Divulgação/PMG

A União dos Blocos de Rua de Guarulhos (Uniblocos) defende que a decisão da realização ou não do carnaval em Guarulhos seja tomada em conjunto entre os representantes da festividade e a prefeitura “a fim de tratar do assunto com entendimentos de ambas as partes”.

Em nota divulgada à imprensa nesta sexta-feira (26), a Uniblocos destacou que desde a “fundação os Blocos de Rua como: Jacaré de Teta, Unidos dos Meus Ovos, Pescakinada, Delega, Piores do Ano, Fanfarrões, BemDito, Minduca Folia, 36 Horas e etc nunca utilizaram de verba pública para a criação, organização e desfiles dos mesmos”. Segundo eles, o “carnaval de rua de Guarulhos vem crescendo a cada ano, é perceptível que nos últimos anos, os foliões que saiam daqui para pular carnaval em outras cidades, acabam por ficar, curtir e prestigiar os blocos de nossa cidade, assim como muitos foliões que veem de outras cidades e até outros estados pular o carnaval em Guarulhos. No último levantamento realizado, foi detectado que, em 2020, levamos ao total de todos os desfiles, mais de 100 mil pessoas (incluindo o Bloco Banda Bixa), gerando emprego, renda e movimentando a economia da cidade. Somos um convite ao turismo local”, destacou a nota.

A união destacou, ainda, que o “Carnaval é a maior manifestação popular e cultural do Brasil prevista por lei. Toda manifestação cultural carrega em si os anseios e o desejo de expressar a marca registrada da comunidade. O carnaval de rua representa nada mais, que a democracia das cores, credos e camadas sociais. Através dele, o povo, rico ou pobre, preto ou branco, se manifesta e deixa registrada a sua real identidade: a da alegria”.

No entanto, a Uniblocos criticou a falta de critérios referente a grandes aglomerações, “tendo em vista que, casas noturnas, bares, jogos de futebol, fórmula 1, ações diversas de igrejas e etc., funcionam de forma totalmente desordenada no que diz respeito aos protocolos de contenção para o avanço da pandemia. Portanto, não é considerável discutirmos só o Carnaval nesse sentido. Destacamos também o avanço na vacinação em nossa cidade, um trabalho muito bem feito pela prefeitura, viabilizou uma imunização em grande escala em Guarulhos, os números aqui mostram uma grande redução no número de casos e mortes, isso nos faz refletir sobre todo o contexto pelo retorno das atividades gerais, incluindo o carnaval”.