Sabesp beneficiou 10 mil famílias guarulhenses com suspensão do corte de água por inadimplência

Foto: Reprodução

 Maria Menezes

Desde o início da pandemia, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) realizou a isenção do pagamento de contas, assim como a interrupção da suspensão dos serviços por inadimplência para pessoas cadastradas nas tarifas Residencial Social e Residencial Favela. Em Guarulhos, 10 mil famílias foram beneficiadas com a isenção.

A ação, iniciada em março de 2020, foi criada para beneficiar as famílias mais afetadas pela pandemia e durou sete meses, sendo finalizada em setembro de 2020. Além dessa, outra medida de enfrentamento a pandemia realizada pela companhia foi a construção de lavatórios e bebedouros em áreas públicas da cidade, como praças e hospitais; ao todo foram sete instalações. 

Já neste ano, a Sabesp suspendeu o corte dos serviços por inadimplência para usuários dos segmentos comerciais e serviços com consumo de água de até 100 m³/mês (considerando a média dos últimos 12 meses). A ação se manteve em vigor por seis meses, com início no dia 3 de fevereiro, finalizada em 31 de agosto.

No ano passado, para a tribo indígena de Guarulhos, localizada no bairro Cabuçu, a Sabesp realizou campanhas voluntárias para entrega de cestas básicas e a distribuição de brinquedos em comemoração ao Natal. 

Atualmente, os cortes de água por inadimplência podem ser realizados após 40 dias do vencimento da fatura. 

Tarifa Social 

Tem direito a Tarifa Residencial Social, pessoas desempregadas; famílias unifamiliares, ou seja, de uma pessoa só e habitações coletivas ou de pessoas vindas de remoção de áreas de risco. Para fazer parte, o beneficiário deve atender as especificações do projeto como habitar um imóvel com área útil de até 60 m², sem débitos, ter um salário familiar de até três salários mínimos e consumir até 107 kWh de energia elétrica por mês. Já para o Residencial Favela, é necessário consumir no máximo 15 m³ de água, ter renda familiar de até três salários mínimos, com imóveis com área útil de até 60 m², sem débitos, consumir até 170 kWh de energia elétrica por mês e pessoas desempregadas, desde que a demissão não tenha ocorrido por justa causa.   

Negociações

Para a população em geral, a Sabesp mantém negociações de débito em até 10 vezes, podendo ser realizadas pela agência virtual, central de atendimento telefônico através do número 0800 055 0195, além da agência presencial nos postos Poupatempo, com agendamento.