UFG terá correção de 10,49% para 2022, mas não afetará o valor do IPTU

Imagem: Márcio Lino/PMG

A Prefeitura publicou no Diário Oficial desta terça-feira (14) o valor da Unidade Fiscal de Guarulhos (UFG) que passará a vigorar a partir de 1° de janeiro do próximo ano: R$ 3,9381. A correção para o exercício de 2022 reflete a previsão de 10,49% para a inflação deste ano pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), conforme cálculo estabelecido pelo decreto municipal 5.638/2000.

A UFG é a referência para o cálculo dos tributos municipais e o valor atual é de R$ 3,5643. Contudo, a correção não irá interferir na cobrança do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), que seguirá com o valor congelado e descontos aos adimplentes, conforme ocorreu nos últimos quatro anos.

Segundo o prefeito Guti, isso será possível devido à promoção de justiça fiscal que reduziu a inadimplência dos contribuintes nos últimos anos. “É um planejamento minucioso que nossas equipes realizam com o objetivo de não onerar ainda mais o morador e o empreendedor de Guarulhos”, pontuou.

Caso a Prefeitura optasse pelo reajuste do IPTU de acordo com o índice oficial da inflação no país, o contribuinte pagaria aproximadamente 30% a mais do que despende atualmente, mesmo com os 10% de desconto para pagamento à vista dentro do prazo de vencimento. “A partir de uma série de cálculos, prevemos o congelamento por mais três anos em Guarulhos, mesmo com a variação da inflação, assim o munícipe pode planejar suas economias sem ser surpreendido com um boleto de valor muito maior do que o do último ano”, concluiu Guti.