CCR RioSP faz operações durante o feriado da Páscoa

Foto: Divulgação/Comunicação da CCR RioSP

Durante o feriado da Páscoa, a CCR RioSP estará com operações especiais nas duas rodovias sob a sua administração – BR-116 (Via Dutra) e BR-101 (Rio-Santos), no trecho entre Ubatuba, no litoral de São Paulo, e a cidade do Rio de Janeiro entre 14/04 (saída do feriado) e 17/04 (retorno do feriado). Para este período estão programadas ações que vão desde campanha de segurança a equipes de emergência para atuar em ocorrências de desobstrução de pista.

Via Dutra

Para o feriado de Páscoa, a CCR RioSP prevê um aumento no volume de tráfego na Via Dutra (BR-116), entre os dias 14 e 15, saída do feriado, e no retorno, dia 17/04. A expectativa é que mais de 330 mil veículos deixem a capital paulista para o feriado da Páscoa. No mesmo período, a previsão de saída da capital fluminense é de 195 mil veículos para o feriado.

Confira a previsão de movimento de veículos na via Dutra durante o feriado:

Previsão de tráfego na saída – São Paulo

Quinta-feira (14/04)Horário de pico das 15h às 21h10.664 veículos por hora
Sexta-feira (15/04)Horário de pico das 6h às 14h10.047 veículos por hora


Previsão de tráfego no retorno à capital Paulista

Domingo (17/04)Horário de pico das 15h às 21h8.204 veículos por hora

Previsão de tráfego na saída – Rio de Janeiro

Quinta-feira (14/04)Horário de pico das 15h às 21h6.207 veículos por hora
Sexta-feira (15/04)Horário de pico das 7h às 12h6.002 veículos por hora

Previsão de tráfego no retorno à capital Fluminense

Domingo (17/04)Horário de pico das 13h às 19h7.282 veículos por hora

Para auxiliar os usuários durante a viagem, a via Dutra (BR-116) será inspecionada por viaturas, que estarão 24 horas à disposição dos clientes, em regime de revezamento. Na saída e no retorno do feriado, também haverá reforço operacional nas praças de pedágio e realização de operação papa-filas, quando necessário, que consiste na venda de cupons nas filas das cabines.

Rodovia Rio-Santos (BR-101)

Na rodovia BR-101 (Rio-Santos), entre Ubatuba (SP) e a cidade do Rio de Janeiro, o tráfego já flui pelas duas faixas da pista em quase toda a extensão da rodovia após as equipes de obra e conservação da CCR RioSP avançarem nos serviços de desobstrução da pista. O único ponto em que o tráfego flui por apenas uma faixa no sistema PARE E SIGA é no km 33, em Ubatuba (SP).

Durante o feriado de Páscoa, as obras na rodovia serão suspensas para melhorar a fluidez do tráfego. No entanto, a concessionária manterá equipes de plantão para atuar em ocorrências de desobstrução de pista. Em razão das fortes chuvas que assolaram os municípios de Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty, no estado do Rio de Janeiro, a Polícia Rodoviária Federal pede aos condutores que, se possível, evitem o trecho entre Mangaratiba (RJ) e Ubatuba (SP) durante o feriado da Páscoa.

“O feriado deve ser chuvoso o que requer ainda mais atenção dos motoristas durante toda a viagem. É muito importante o motorista ao passar pelos locais em obra, redobrar a atenção e respeitar a sinalização implantada pela concessionária. Instalamos cones e pirilampos ao longo da rodovia para aumentar a segurança do motorista e melhorar a fluidez”, completa Virgílio Leocádio, Gerente de Operação da CCR RioSP.

Confira como fica o tráfego nos trechos de São Paulo e do Rio de Janeiro da rodovia Rio-Santos, durante o feriado da Páscoa.

Tráfego na BR-101 (Rio-Santos)

Trecho São Paulo

Em Ubatuba, o tráfego flui pelas duas faixas da pista em quase toda a sua extensão, que vai do km 52 ao km 0, na divisa com Paraty, no estado do Rio de Janeiro. O único ponto onde o tráfego flui no sistema PARE E SIGA é no km 33 (praia de Itamambuca). Neste trecho, a concessionária continua com o serviço de recuperação de parte de faixa da pista que cedeu.

Trecho fluminense

De Paraty (km 598) até a chegada ao Rio de Janeiro (km 380), o tráfego também flui pelas duas faixas da pista. Durante o feriado da Páscoa, o sistema PARE E SIGA, entre Angra dos Reis e Mangaratiba, está suspenso.

Campanha de segurança

Com o objetivo de orientar os condutores dos veículos e os passageiros sobre a importância do uso do cinto de segurança durante toda a viagem, a CCR RioSP realiza, neste mês, na via Dutra, a campanha de segurança ‘Use sempre o cinto de segurança’. No Brasil, o uso do cinto de segurança é obrigatório desde 23 de setembro de 1997 para condutor e passageiros em todas as vias do território nacional de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A campanha vai contar com frases educativas nos painéis de mensagens variáveis (PMVs) e spots com dicas de segurança que foram gravados pelos colaboradores da concessionária e pelo radialista Pedro Trucão. Quando utilizado de maneira correta, o cinto de segurança aumenta entre 40 e 50% a chance de sobrevivência dos ocupantes do veículo. A campanha também reforça o uso da cadeirinha para crianças.

“O cinto de segurança é um equipamento de uso essencial. Ele não só impede muitas lesões, como pode salvar vidas em casos de acidentes mais graves. É preciso que, cada vez mais, as pessoas deem a devida importância ao cinto e adotem como hábito não só nos carros, mas nos ônibus também. Infelizmente, a maioria das pessoas não tem essa cultura e este é o público que queremos atingir”, finaliza Virgílio Leocádio, Gerente Executivo de Atendimento da CCR RioSP.

Sobre a CCR RioSP: A CCR RioSP é responsável pela administração das Rodovias Presidente Dutra (BR-116) e Rio-Santos (BR-101), num total de 626 km de extensão. A Via Dutra liga as duas regiões metropolitanas mais importantes do país – Rio de Janeiro e São Paulo – que responde por cerca de 50% do PIB brasileiro. Já a BR-101, entre Ubatuba (SP) e o Rio de Janeiro (RJ), passa por uma região litorânea que tem grande fluxo turístico. Saiba mais em www.ccrriosp.com.br.

- PUBLICIDADE -