Projeto que autoriza educação domiciliar começa a ser discutido no Senado

Foto: Hoje TV

Nesta sexta-feira (27), o deputado federal pelo Mato Grosso do Sul, médico e professor universitário, Luiz Ovando (PSL), foi entrevistado pelo jornalista Maurício Siqueira no HOJE TV e explicou sobre o que se trata o projeto de lei que autoriza a educação domiciliar, conhecido como homeschooling. O PL foi aprovado pela Câmara no último dia 19 e já está na Comissão de Educação do Senado.

“O homeschooling, que nós votamos favoráveis na Câmara Federal, é muito importante. Afinal, precisamos ser racionais e coerentes para entender que o nosso sistema educacional brasileiro continua defeituoso e por isso não podemos tentar ocultar algo com medidas temporárias, parcialmente eficientes ou ineficientes”, afirmou.

De acordo com Ovando, é possível ver que, por ocasião da pandemia no Brasil, o país foi o que mais tempo ficou sem aula. “De 2002 até 2018, quando saiu o último ranking do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), o Brasil ficou em 63º lugar, o que é ruim. Um outro dado importante é exatamente o fato de que o que está estabelecido em termos em meta, não é alcançado pelo próprio programa nacional”, ressaltou.

Quando surge um projeto que já existe há praticamente 10 anos na Câmara, o deputado explica que é necessário manter-se na realidade. “Nós não estamos defendendo passar todo o sistema educacional fundamental brasileiro para a educação domiciliar. Defendemos o fato de que, se o pai tiver condições de atenção ao filho e quer dar a ele essa capacidade e essa condição de domiciliar, ele pode lançar mão dessa condição legal”, finalizou Ovando.

O programa vai ao ar de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 9h, e pode ser acessado no Facebook (guarulhoshoje), YouTube (HOJE TV) ou pelo site www.guarulhoshoje.com.br.

- PUBLICIDADE -