Aless Gutierrez: psicoterapeuta descreve como acontecem os encontros de almas

Foto: Hoje TV

O HOJE TV desta sexta-feira (08), apresentado pelo jornalista Maurício Siqueira, contou com a participação de Aless Gutierrez, que é psicoterapeuta holística e afirmou que, muito se ouve falar de almas gêmeas, mas pouco se entende sobre o que é referido por muitos espíritas como a chama gêmea. “A diferença entre os dois é que uma pessoa pode ter muitas almas gêmeas diferentes na vida, mas só terá uma chama gêmea”, disse.

Aless acrescentou que as almas podem sofrer variações e que, alma gêmea não tem nada a ver com o que as pessoas pensam em referência aos contos de fadas. “Elas existem em pessoas que possuem um bom relacionamento e não necessariamente só o romântico. O universo não faz a gente se conhecer ou encontrar por acaso. Na verdade, sempre temos um tipo de relacionamento, como com os colegas de trabalho, nossos familiares, ou seja, essas relações são de almas”, expôs.

Já as cármicas, são as almas que vieram para mostrar alguma questão que precisa ser eliminada da vida. “Exatamente aquele tipo de pessoa que parece ser um carma, seja ele um colega de trabalho ou em qualquer uma das outras áreas citadas. Todas às vezes que esse tipo de pessoa volta para nossas vidas, é porque ainda existe algo para ser resolvido dentro da relação. Nessa situação, as almas sempre vão seguir outros caminhos e de repente se encontram de novo, isso também envolve um lado que entra na metafísica por conta de uma carga emocional que poder ser trabalhada”, ressaltou ela.

Quando se fala em chama gêmea, a psicoterapeuta afirma que essa se trata de uma pessoa que simplesmente nos entende mais do que todos que conhecemos pois existe uma conexão mútua, que é quase instantânea. “A gêmea une todas as tuas almas, ou seja, se trata da união da alma gêmea com a cármica. Quando elas se encontram acontece uma explosão, uma coisa energeticamente falando e espiritual também, mas que não tem relação nenhuma com religião. Juntas, as chamas têm o propósito de se encontrar e limpar traumas, para poderem ou não trabalharem juntas”, finalizou Aless.

O programa vai ao ar de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 9h, e pode ser acessado através do Facebook (guarulhoshoje), Youtube (HOEJ TV) ou pelo site www.guarulhoshoje.com.br.

- PUBLICIDADE -