Revelando SP tem artesanato, espetáculos culturais, shows e gastronomia no Parque da Água Branca

Foto: Amigos da Arte

Considerado o maior evento de cultura tradicional de São Paulo, o Revelando SP, gerido pela Amigos da Arte, está de volta ao formato presencial depois de dois anos de programação online. De 20 a 24 de julho, o evento gratuito acontece no Parque da Água Branca, zona oeste da capital, e vai contar com cerca de 300 atividades, entre exposição e venda de artesanato, gastronomia, apresentações de grupos e artistas da cultura popular. Os participantes vêm de mais de cem municípios paulistas, parceiros do Revelando,  e a expectativa é de que cerca de 400 mil pessoas compareçam ao festival. Entre outros espetáculos, subirão ao palco do evento artistas como Almir Sater, Rolando Boldrin, Tetê Espíndola e Marcelo Jeneci.

“A volta do Revelando SP presencial é muito importante para São Paulo, sua realização estreita e fortalece a cooperação entre estado e municípios, gera emprego, renda e muita visibilidade para os artesãos, culinaristas e artistas”, afirma Danielle Nigromonte, diretora-geral da Amigos da Arte. Desde que passou a ser gerido pela Amigos da Arte, em 2017, o evento mais que triplicou o número de público presente, de 120 mil para 380 mil pessoas em 2019.

As prefeituras são fundamentais para a realização do evento. São elas as responsáveis por identificar e inscrever as tradições locais por meio das chamadas públicas do Juntos Pela Cultura, programa estadual que visa fortalecer a produção independente, ampliar o acesso da população à arte, descentralizar o investimento público na área e estimular o desenvolvimento da economia criativa de São Paulo.

Cantos e danças indígenas, catiras, congadas, contadores de causos, manifestações da cultura cigana, cururus, dança de Santa Cruz e de São Gonçalo, fandangos, folia de reis, moçambiques, sambas de bumbo, samba de lenço, seresta, trança fitas, umbigadas e muita cultura caipira estarão presentes durante os 5 dias de evento.

Para o Revelando SP deste ano, foram investidos R$ 6,5 milhões na capacitação dos participantes e na viabilização do Concurso de Viola Caipira. Além da remuneração de grupos e artistas, os expositores recebem hospedagem, alimentação, além de toda a renda recebida da venda dos produtos.

Grande parte das cidades do interior e litoral paulista participam do evento há várias edições, entre elas Apiaí, que neste ano vai levar o maior número de artesãos dentre os municípios selecionados. Para Márcia Cristina de Pontes, Assessora de Cultura e Turismo, o evento fortalece o desenvolvimento local. “O Revelando é um evento que se tornou tradicional no município, fizemos parte de todas as edições, é um evento aguardado ansiosamente por todos e que, além de valorizar nossos artistas, é uma forma de expandir o trabalho dos artesãos”, afirma.

Ana da Sítio Doce Culinária, de Araçatuba, concorda. “O Revelando SP sempre foi uma importante vitrine e espaço de difusão da culinária, do artesanato e das nossas apresentações culturais tradicionais, contribuindo para que essas manifestações de nossa cidade pudessem ser apreciadas além dos limites geográficos regionais, incentivando o fortalecimento e enriquecimento dessas linguagens, que foram e ainda são, importantes no processo de formação da nossa identidade cultural”, diz Ana.

Estreando este ano no Revelando SP, Avaí traz seu artesanato indígena para o Parque da Água Branca. “Temos em nosso município a terra arariba, que contém quatro aldeias (Ekerua, Teregua, Kopenoti e Nimuendaju) com três etnias, no qual valorizamos e respeitamos muito sua cultura, com suas danças, apresentações, jogos e artesanatos”, diz Wilson Roberto Júnior, Assessor de Eventos, Turismo e Lazer de Avaí.

Direto de Bragança Paulista, Edivaldo Vicchini integra o time de culinaristas do Revelando SP, o qual participa com o tradicional sanduíche de linguiça com vinagrete e queijo no pão francês, polenta cremosa com molho de linguiça. De acordo com Vicchini, a linguiça de Bragança ficou conhecida nacionalmente por meio dos viajantes que, na volta a São Paulo, levavam as iguarias feitas pelos bragantinos imigrantes e descendentes de italianos. 

A Orquestra Violeiros do Rio Jaguari, de Campinas, também já é veterana no Revelando SP. O grupo promete uma apresentação de viola caipira com a execução de clássicos, como Cuitelinho, Menino da Porteira, Pagode em Brasília, Chico Mineiro, Chalana, Calix Bento e muito mais.

Para os apaixonados pelas festas juninas, a Quadrilha de Bonecões da Mantiqueira de Caçapava vai fazer a alegria dos participantes. A apresentação com passos da quadrilha do Vale do Paraíba conta com 12 bonecões, 13 dançarinos, um coordenador e três músicos que cantam e tocam zabumba, sanfona e triângulo. A manifestação existe há mais de 15 anos no Vale do Paraíba e os bonecões são todos confeccionados a partir de varetas de taquara, cipó e papel colado pela artista plástica Ana Salles. ‘É muito importante que a cidade participe do Revelando para que todas as tradições sejam apresentadas, promovendo interação cultural entre os municípios do Estado”.

E, sempre que a fome apertar, comidinhas não vão faltar em toda a extensão do festival. Deborah de Fátima Jacobelli de Caraguatatuba leva para o Revelando SP o prato típico caiçara ‘Azul Marinho’. Trata-se de um peixe suculento cozido com banana nanica verde e servido com pirão. O tanino, presente na banana, ao ser liberado durante o cozimento, se associa às proteínas do peixe e forma um composto de tom azulado, dando nome ao prato.

A plataforma #CulturaEmCasa, responsável por transmitir online as edições de 2020 e 2021 do Revelando SP, estará pela primeira vez presencialmente no evento. O objetivo é capturar toda a essência do Revelando para a posterior criação de conteúdos e documentários inéditos sobre o maior festival de cultura tradicional de São Paulo. Os vídeos produzidos poderão ser assistidos pelo site www.culturaemcasa.com.br ou pelo aplicativo #CulturaEmCasa disponível nas lojas da Apple Store e Google Play. A plataforma contará com um estande exclusivo para quem quiser conhecer melhor os mais de 5 mil conteúdos disponíveis. O acesso é 100% gratuito.

Concurso de Viola

O Concurso Viola SP, criado em 2020, terá a primeira edição aberta ao público presencial, durante o Revelando SP 2022. Dentre os 81 violeiros e violeiras de todo o Estado de São Paulo que se inscreveram na competição, foram selecionados 16 finalistas em duas categorias: viola caipira contemporânea e viola caipira tradicional. Os finalistas vão se apresentar ao vivo no Parque da Água Branca, no dia 23. Um júri especializado vai eleger os três melhores violeiros em cada categoria, que receberão prêmios no valor de 15 mil, 10 mil e 5 mil reais, respectivamente. Haverá ainda três premiações especiais no valor de 5 mil reais – Prêmio Violeira Revelando SP, Prêmio Viola +50 e Prêmio Incentivo, além de Prêmio do Público atribuído em cada modalidade aos violeiros ou violeiras mais aclamados pelo público presente, num valor de 5 mil reais.

Capacitação Revelando SP

O Capacitação Revelando SP é um programa criado em 2020 para qualificar profissionalmente artesãos e culinaristas que atuam com produtos de origem artesanal tradicionais dos municípios e regiões do Estado de São Paulo, fortalecendo a economia criativa local. Em 2022, foram selecionados 112 profissionais de 51 municípios, por meio de uma chamada pública. Entre as atividades previstas estão palestras e mentorias sobre plano de negócios, estratégias digitais para presença na internet e adaptações de produtos para o mercado. As ações são oferecidas com apoio do Sebrae.

Serviço

Revelando SP 2022

De 20 a 24 de julho

Dia 20 de julho, das 10h30 às 20h – Abertura oficial às 18h30

Dias 21, 22, 23 e 24, das 10h às 20h

Local: Parque da Água Branca, São Paulo – SP

Endereço: Avenida Francisco Matarazzo, 455, Água Branca – São Paulo, SP

Entrada gratuita

Consulte a programação completa no site: www.revelandosp.com.br

- PUBLICIDADE -