‘Festival Fartura Dona Lucinha’ resgata a gastronomia mineira

Divulgação

A gastronomia é um patrimônio em Minas Gerais e a maior riqueza está dentro das casas, na mesa das famílias mineiras. Levar as histórias e receitas para o mundo é uma das causas da Plataforma Fartura – Gastronomia do Brasil que realiza, entre os dias 20 e 28 de maio, mais uma edição do Festival Fartura Dona Lucinha. Nos dias 20 e 21 de maio, a cidade de Serro recebe uma programação gastronômica e artística, que tem a renomada chef Roberta Sudbrack como madrinha. E entre 26 e 28 de maio, é a vez de Conceição do Mato Dentro, que receberá Carolina Ferraz, entre outros nomes. A entrada é gratuita.

Em homenagem à Dona Lucinha, natural de Serro e uma das grandes cozinheiras e empreendedoras mineiras, o evento teve sua primeira edição em 2022. “Este festival é uma forma de homenagear, também, as matriarcas das famílias, que construíram esse patrimônio. Além de promover a troca de conhecimento entre cozinheiros, mostrar o enorme potencial turístico e gastronômico dessas cidades, e levar entretenimento de qualidade ao público da região e turistas”, comenta Guilherme Sânzio, diretor da iniciativa.

Fartura – Gastronomia do Brasil é a principal plataforma gastronômica do país, que consiste em pesquisa, compartilhamento de conteúdo e produção de eventos no setor. “As Expedições Fartura, lideradas pelas curadoras, a jornalista Carolina Daher e a chef Morena Leite, já visitaram todo o território nacional em mais de 100 mil km rodados em busca de histórias e receitas, que dão origem a livros e filmes premiados, além de conteúdo para a web. Essa pesquisa baseia também a curadoria dos eventos, que já aconteceram em todas as regiões brasileiras”, explica Rodrigo Ferraz, diretor geral da Plataforma. Cerca de um milhão de pessoas já participaram de Festivais Fartura em mais de 10 cidades, desde 2014.

No Festival Fartura Dona Lucinha, em Serro e Conceição do Mato Dentro, o público contará com os seguintes espaços: estandes de Restaurantes de chefs servindo seus pratos ao longo do dia; receitas feitas na hora na Cozinha Ao Vivo; no espaço Brasa e Lenha, cortes diversos são preparados direto no fogo; na Mercearia Fartura, produtores de origem terão seus produtos à venda; no Espaço Conhecimento, especialistas levam conhecimento prático e teórico ao público. Ao longo do dia, shows de música e intervenções cênicas animam o evento.

“Mais uma vez, estamos em casa ao realizar o Festival Fartura Dona Lucinha. Além de ser no interior de Minas, onde nos sentimos ainda mais mineiros, homenagear essa mulher, que abriu caminhos para tantas outras mulheres cozinheiras, é uma honra. Para essa curadoria, trouxemos muitas mulheres também, de diferentes gerações e propostas gastronômicas para compor a programação”, comenta a curadora Carolina Daher.

Festival Fartura Dona Lucinha – Serro

A cidade de Serro, onde nasceu Dona Lucinha, recebe o Festival Fartura nos dias 20 e 21 de maio, na Praça João Pinheiro.

No Festival Fartura Dona Lucinha há sempre uma madrinha, que é convidada a conhecer a região, seus ingredientes, personagens e receitas, além de levar um pouco de seu repertório. Em Serro, a renomada chef Roberta Sudbrack cumpre esse papel e participa, durante o evento, de uma aula no Espaço Conhecimento.

Entre os participantes do evento estão nomes icônicos da cidade, como Dona Mariinha e Seu Pedro, Jéssica Santos e, é claro, Márcia e Elzinha Nunes, filhas de Dona Lucinha. De Tiradentes, será a chef Juliana Ferreira, do Gourmeco. De Belo Horizonte, Sofia Marinho (A Cozinha de Sofia), Leo Mendes (Mercado Grano), além de Felipe Galastro no comando dos cortes do espaço Brasa e Lenha. O chef mineiro Pedro Barbosa também está entre os convidados.

Na Mercearia Fartura, o público poderá encontrar os famosos queijos do Serro, cachaças, vinhos, quitandas, mel e defumados. 

Festival Fartura Dona Lucinha – Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 26 e 28 de maio, Conceição do Mato Dentro recebe o Festival Fartura Dona Lucinha. Esta é a quarta edição do evento na cidade, que já espera pela programação no Largo do Rosário.

A madrinha do Festival Fartura Dona Lucinha em Conceição do Mato Dentro é a atriz Carolina Ferraz, formada em gastronomia, com três livros publicados sobre o tema. Além da troca com os cozinheiros da região, ela dará uma aula no Espaço Conhecimento, utilizando ingredientes dos produtores locais.

Entre os nomes confirmados para o evento estão: Márcia Nunes – Dona Lucinha (Serro, MG); André Paganini – Chico Dedê (Belo Horizonte, MG); Rafael Pires – Mia (Tiradentes, MG); Carol Fadel – Matula (Belo Horizonte, MG); Flávio Trombino – Xapuri (Belo Horizonte, MG); João Diamante – Diamantes na Cozinha (Rio de Janeiro, RJ); Marina Lopes – Milos Restaurante (Juiz de Fora, MG); Ivo Faria (Instituto Ivo Faria); Lívia Siman (Conceição do Mato Dentro, MG); Rodolfo Mayer – Angabar (Tiradentes, MG); Sônia Kohen – Villa Donna Bistrô (Monte Verde, MG); Nara Andrade – Mia Confeitaria (Tiradentes, MG) e Cristóvão Laruça – Caravela, Capitão Leitão e Turi (Belo Horizonte, MG) no comando do espaço Brasa e Lenha.

Para quem quiser levar seus produtos pra casa, a Mercearia Fartura terá disponível queijos, mel e defumados, quitandas, biscoitos, geleias, vinho e azeites. Para embalar o festival, atrações musicais se apresentam gratuitamente, entre os já confirmados estão: Adriana Araújo, Bauxita, Bagatelas e Everton Coroné.

O Festival Fartura Dona Lucinha é realizado pelo Fartura Gastronomia, Arte Projeto, Abrasel e Governo de Minas Gerais, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. Tem patrocínio da Prefeitura Municipal de Serro e da Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, Cemig e Anglo American.

SERVIÇO

Festival Fartura Dona Lucinha – Serro

20 e 21 de maio

Sábado: 13h às 23h

Domingo: 12h às 21h

Praça João Pinheiro

Festival Fartura Dona Lucinha – Conceição do Mato Dentro

26, 27 e 28 de maio

Sexta: 19h às 00h

Sábado: 13h às 00h

Domingo 12h às 21h

Largo do Rosário

Mais informações: www.farturabrasil.com.br

Instagram.com/farturabrasil/

Sobre Dona Lucinha

Dona Lucinha foi cozinheira e fundadora da rede de restaurantes que leva seu nome em Belo Horizonte e São Paulo. É considerada dentro e fora do Brasil como a maior representante da cozinha raiz do estado. Mãe de 11 filhos e 25 netos, ela foi catequista, professora, salgadeira, doceira, feirante, quitandeira, diretora escolar e vereadora. O primeiro restaurante com seu nome foi fundado em 1990. A cozinheira trabalhou por mais 40 anos, viajando pelo Brasil, em festivais. Faleceu em abril de 2019.

SOBRE A PLATAFORMA FARTURA – GASTRONOMIA DO BRASIL

A Plataforma Fartura tem a gastronomia como uma causa. O seu propósito é promover a transformação social e o desenvolvimento econômico, por meio de oportunidades para os integrantes dessa cadeia e compartilhamento de conhecimento gastronômico.

A iniciativa tem o objetivo de mapear o caminho do ingrediente, da sua origem até o prato, a fim de disponibilizar conhecimento ao público – em forma de conteúdo e experiência/festivais – criando conexões entre os integrantes dessa cadeia.

Na prática, a Plataforma Fartura consiste em:

Expedições Fartura: viagens de pesquisa que já percorreram mais de 100 mil km em todo o território nacional levantando as histórias, personagens, ingredientes e receitas. Foram mais de 300 cidades visitadas e cerca de 650 fontes entrevistadas.

Conteúdo gastronômico: o conhecimento é disponibilizado no site e redes sociais, premiados vídeos e livros, programas de rádio e em projetos customizados.

Festivais Fartura: a celebração da iniciativa são os festivais, nos quais há o encontro entre produtores, chefs e estudiosos da gastronomia com o público. Os eventos já aconteceram em todas as regiões do Brasil e em Portugal: Belém, Brasília, Florianópolis, Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte, Fortaleza, Tiradentes, Brumadinho (Inhotim), Conceição do Mato Dentro, Serro e Lisboa.

- PUBLICIDADE -