Dia das Mães: 8 orientações para presentear sem comprometer as finanças

Freepik

A expectativa de vendas para o Dia das Mães de 2023 está positiva, lembrando que nos dois últimos anos essas já aumentaram. Mesmo assim, depois de um período de crise, a população está mais precavida e consciente para o período.

Entretanto, segundo o PhD em Educação Financeira, Reinaldo Domingos, presidente da DSOP Educação Financeira, essa data traz preocupações. “O Dia das Mães é muito significativo para as pessoas. Assim, os filhos querem dar o que as mães desejam mesmo sem ter condição financeira para isso, resultando em endividamento – não é à toa que essa é uma das melhores datas para o comércio, ficando atrás apenas do Natal”.

Contudo, presentear as mães, por mais que seja uma prioridade para as pessoas, demanda importantes cuidados. A preocupação financeira é fundamental, sendo importante tirar aprendizados da crise que o mundo passou recentemente e que mostra a importância de ter reservas financeiras..

“Neste momento é muito importante estar educado financeiramente, para saber aproveitar esses momentos sem se endividar ou se frustrar por nunca conseguir comprar o que deseja. O caminho é simples: planejamento. Com ele é possível decidir com antecedência o presente que quer dar a mãe, pesquisar e poupar para comprá-lo, de preferência à vista, conseguindo desconto e, assim, economizando”, explica Reinaldo Domingos.

Para quem ainda está pensando em comprar os presentes, o presidente da DSOP Educação Financeira preparou algumas orientações para ajudar os filhos:

1. Saiba quanto poderá gastar, analisando e fazendo um diagnóstico financeiros primeiramente. A partir deste se terá uma visão de quanto poderá dispor para esse presente sem comprometer seu orçamento financeiro;

2. Pense nessa e em outras datas similares durante todo ano e não só na véspera. É sempre importante poupar dinheiro para as datas especiais e comemorativas em geral, isso evita gastos desnecessários;

3. Unir os irmãos e parentes na hora de presentear pode ser uma boa alternativa, pois, assim, o presente pode ser melhor e cada um pagará menos por ele;

4. O momento da compra deve ser feito com paciência, tranquilidade e foco, para que não se gaste mais do que estava programado e pesquise com antecedência os preços, tanto online como presencial;

5. Hoje o uso de ferramentas da internet é a alternativa para compra, mas também é interessante priorizar o comércio local, ajudando a economia;

6. Se tiver que parcelar, saiba que isso não é um problema, desde que se tenha controle. Mas, cuidado, veja se a prestação cabe no seu orçamento mensal, se não, dê outro presente;

7. Se não der para comprar com antecedência, converse com a sua mãe e se for o caso presenteie com uma lembrança, só para a data não passar em branco. Nos próximos dias ou meses busque outro produto; com certeza você encontrará promoções interessantes;

8. Nessa data tão especial, demonstre carinho pela sua mãe e diga a ela o quanto a ama; na maioria dos casos isso é mais importante do que presentes.


 *Reinaldo Domingos é PhD em Educação Financeira e está à frente do canal Dinheiro à Vista. Presidente da Associação Brasileira de Profissionais de Educação Financeira (Abefin) e da DSOP Educação Financeira. Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira.

- PUBLICIDADE -