Procon alerta sobre golpes com produtos falsificados no Dia das Mães

Freepik

Neste domingo (14) é celebrado o Dia das Mães e o Procon Guarulhos alerta e orienta o consumidor sobre o aumento da venda de produtos falsificados pela internet e a respeito de diversos golpes aplicados pelas redes sociais, inclusive de sites que dão espaço aos pequenos empreendedores e são conhecidos como marketplaces.

Algumas práticas criminosas exigem a atenção do consumidor para não se enganar em relação a falsificações, como no caso de produtos importados (tênis, bolsas, eletrônicos e eletrônicos) adquiridos em geral por meio de sites de varejo em marketplaces. Muitos itens são semelhantes aos originais, sendo difícil fazer a diferenciação. Outros, como perfumes, são mais fáceis de perceber as cópias por não apresentarem a fixação da fragrância na pele por longo período.

A Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor esclarece que a responsabilidade na hipótese de produto falsificado é solidária, ou seja, tanto o site como o vendedor responderão pela restituição do valor pago na compra (artigo 7º, parágrafo único, do Código de Defesa do Consumidor).

Outro golpe comum é o do anúncio falso e barato divulgado em redes sociais. Golpistas utilizam o Facebook e o Instagram para anunciar produtos com valores 50% mais baratos, como smartphones e eletrodomésticos em anúncios tão atrativos e convincentes que não levantam qualquer suspeita. Geralmente o consumidor faz o pagamento com boleto bancário e não recebe o produto.

O comprador, inclusive, deve tomar cuidado com o golpe do falso boleto. Para não ter problema e evitar dor de cabeça, deve verificar os dados do beneficiário impressos na fatura, como o nome, o CNPJ, o valor e checar o código de barras. No boleto verdadeiro, os números referentes ao código do banco emissor da guia são sempre os três primeiros números exibidos no código de barras.

“O Dia das Mães é uma data que deve ser muito comemorada, mas todo cuidado é pouco na hora da compra de produtos e na contratação de serviços pela internet. O consumidor deve desconfiar de produtos anunciados com preços muito abaixo dos praticados no mercado e, principalmente, dos anunciados nas redes sociais”, orienta a coordenadora do Procon Guarulhos, Vera Tulher.

A gestora do órgão aconselha que o cidadão verifique a empresa fornecedora. “Pesquise a idoneidade da empresa. Caso haja desconfiança, a compra não deve ser feita para evitar dissabores. Entretanto, caso tenha sido vítima de um golpe, o consumidor não deve hesitar em procurar o Procon”, diz Vera.

Canais de atendimento

O Procon Guarulhos está à disposição para auxiliar o consumidor, que pode acessar o site procon.guarulhos.sp.gov.br ou ligar no Disque-Denúncia 151 para ser atendido.

Presencialmente, o Procon funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, nos seguintes endereços:

– Procon Central: rua Sete de Setembro, 164, Centro.

– Procon São João: rua Mesquita, 161, Jardim São João. Telefone: 2408-4315.

– Procon Pimentas: estrada do Capão Bonito, 53, Conjunto Marcos Freire (prédio do CIC). Telefone: 2484-1070.

- PUBLICIDADE -