Aneel propõe reajuste médio de 5,66% nas tarifas da EDP São Paulo


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs um reajuste médio de 5,66% nas tarifas da EDP São Paulo, distribuidora que atende a 1,8 milhão de clientes em 28 municípios do Estado de São Paulo, na região do Alto Tietê e Vale do Paraíba.

Para os consumidores atendidos em alta tensão, como as indústrias, a proposta prevê um aumento médio de 4,73%. Já para os conectados em baixa tensão, grupo que inclui os residenciais, o aumento médio seria de 6,15%.

Os porcentuais, contudo, ainda podem ser alterados. A proposta será submetida a consulta pública entre 19 de julho e 1º de setembro, com reunião presencial em 10 de agosto.

Os índices estão previstos no processo de revisão tarifária da empresa, que contempla uma análise completa dos componentes das tarifas e dos parâmetros que envolvem a operação e o equilíbrio econômico da concessão. Esse tipo de processo é feito a cada quatro ou cinco anos.

- PUBLICIDADE -