Justiça absolve homem acusado de roubar PM no Pimentas

Divulgação
- PUBLICIDADE -
C&C

Diego Antônio de Souza, preso acusado de estar envolvido na tentativa de assalto à um policial militar na região do Pimentas, foi absolvido pela Justiça de Guarulhos durante a audiência que ocorreu na tarde desta quarta-feira (18).

Durante a audiência, Gean Magalhães, um dos participantes do assalto, preso junto com Souza e Alex Magalhães, confessou a culpa do crime. “Com as provas que apresentamos, junto ao depoimento de testemunhas dizendo que ele não estava envolvido e a confissão de Gean, o juiz entendeu que o Diego apenas vendeu o carro e não tinha ligação com o assalto”, disse Daiane Francisca, irmã de Souza.

Alex Magalhães, irmão de Gean Magalhães, preso acusado de participar no crime, também foi absolvido após apresentação de materiais que provavam a não participação no assalto.

O caso – O crime aconteceu no dia 10 de setembro quando o PM foi abordado na região do Pimentas. Durante as investigações, os agentes chegaram até Souza através da placa do veículo, um Chevette verde, usado pelos bandidos no momento do crime, que estava no nome de sua esposa. Souza havia vendido o veículo para um vizinho que ainda não havia feito a transferência para seu nome, levando os agentes até o comprador. “Meu irmão levou os policiais até a casa do comprador. Lá, ele foi reconhecido pela vítima e meu irmão e cunhada liberados. No dia seguinte foram buscar meu irmão em casa, dizendo que a vítima queria ver ele e o reconheceu, dizendo que também estava no assalto”, disse Daiane.

A família reuniu uma série de provas de que Souza não participou do crime como vídeos do ocorrido, capturados por câmeras de segurança da vizinhança que mostram os envolvidos, áudios que comprovam a venda do veículo, bem como anotações de parcelas pagas e comprovante de pagamento feito em nome do vizinho, além de filmagens que mostram Souza chegando em casa, no Jardim Brasil, acompanhado da esposa, às 4h da manhã, assim como a nova saída, que ocorreu às 8h30 com a presença dos agentes. Câmeras de segurança que flagraram a fuga dos três envolvidos mostraram que o crime ocorreu por volta das 6h, na avenida Roteiro, no Jardim Dona Luiza.  

- PUBLICIDADE -