Após protestos, prefeitura negociará o pagamento do aluguel da Fatec nesta 5ª

Após os protestos dos estudantes da Faculdade de Tecnologia (Fatec) nesta terça-feira (4) contra o atraso da Prefeitura de Guarulhos no pagamento dos aluguéis da unidade da rua João Gonçalves, a administração municipal garantiu que pagará os débitos com o proprietário do imóvel.

Segundo o HOJE apurou, o documento que firma o acordo deverá ser entregue à Fatec nesta quinta-feira (6). A negociação teria acontecido numa reunião no Centro Paula Souza com representantes da Secretaria de Finanças, o proprietário do imóvel, além da Fatec. Em nota, a prefeitura informou que “está formalizando um acordo com o proprietário do imóvel”. Porém, não confirmou a informação de que já houve negociação envolvendo a Fatec e Finanças.

Diante da ameaça de ser despejada por causa da falta de pagamento do aluguel, cerca de 100 alunos fizeram quatro manifestações durante a manhã e à tarde de ontem, na região central.
Munidos de faixas e cartazes, os alunos realizaram os atos na rua João Gonçalves e na avenida Salgado Filho, o que causou congestionamento no trânsito. Segundo eles, a Prefeitura de Guarulhos não realiza o pagamento do aluguel do prédio há dez meses.

Aproximadamente, a dívida do Executivo com o proprietário do imóvel é de R$ 500 mil. Conforme informações dos alunos, o calote pode causar a suspensão das aulas. De acordo com o diretor do diretório acadêmico da Fatec, Duilio Souza, 29, esta seria a segunda vez que ocorre a ameaça de despejo.

“É segunda vez que recebemos esse aviso de despejo (a primeira ocorreu no ano passado). Vamos fazer pressão até ter uma resposta positiva da prefeitura. Nós não vamos deixar o prédio”, disse Souza.
Durante a sessão da Câmara Municipal, o vereador Eduardo Barreto (PC do B), afirmou que 850 alunos são prejudicados com a falta de pagamento. Ele ressaltou que acompanhará os trâmites do processo. Já o presidente da Casa, Professor Jesus (PDT), anunciou que criará uma comissão para analisar o caso.
O empreendimento é do governo do Estado, porém, é a administração municipal a responsável pelo pagamento do aluguel. A prefeitura disponibilizará um espaço para atuação até abril de 2017, conforme publicado nesta segunda-feira (3).

A unidade definitiva, junto com uma nova Escola Técnica Estadual (Etec), esta em construção no Cecap desde o ano passado e tem a previsão de término para o segundo semestre de 2017. O governo estadual investiu R$ 55,6 milhões na construção do imóvel.

Reportagem: Leticia Lopes
Foto: Ivanildo Porto