Posto do Poupatempo Guarulhos pode ser lacrado por problemas de estacionamento

No prazo de até 30 dias, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) de Guarulhos poderá lacrar a unidade do Poupatempo na cidade por irregularidades no estacionamento. A informação foi confirmada nesta terça-feira (8), com exclusividade ao HOJE, pelo secretário Paulo Carvalho. Localizada na rua José Campanella, 189, no Macedo, o Poupatempo Guarulhos completou 14 anos de funcionamento no mês de setembro, contabilizando 2,3 milhões de atendimentos só em 2015, o que garante uma média de 191 mil atendimentos/mês e mais de 8 mil/dia.

“Cadê o estacionamento do Poupatempo? Se não me responderem esta pergunta, a SDU irá cassar a licença da unidade e, posteriormente, lacrar todo o prédio”, enfatizou Carvalho. A licença do posto em Guarulhos foi renovada no dia 29 de março último, mas o Poupatempo não comprovou à Secretaria de Desenvolvimento Urbano onde existem 300 vagas de estacionamento.

Notificada sobre o problema no dia 17 de outubro, a unidade comprovou com documentos de 2004, portanto de 12 anos atrás, a existência das vagas. O recurso foi indeferido no dia 7 de novembro. “Já emitimos o ‘Comunique-se’ ao Poupatempo informando sobre o indeferimento do recurso. Agora, se em 30 dias não tivermos a confirmação da existência das vagas de estacionamento para os usuários, com estudo de impacto etc, vamos cassar a licença e a unidade entrará no cronograma de lacração”, explicou.
O HOJE teve acesso ao processo e constatou o ofício número 014/2004, assinado pela gerente Tânia Virginia de Souza no dia 9 de março de 2004, informando que a unidade possui convênio com um estacionamento vizinho ao prédio do Poupatempo Guarulhos “com capacidade de atendimento a 300 vagas rotativas/dia, distribuídas pelo período de funcionamento do posto”.

“Atualmente, o posto em Guarulhos não mostrou onde estão as 300 vagas; a última informação que temos é de 2004. Se essa questão não for solucionada, vamos cassar a licença do Poupatempo e lacrá-lo”, assegurou o secretário de Desenvolvimento Urbano.

Desde que foi implantado, o Posto do Poupatempo Guarulhos não oferece nenhuma vaga de estacionamento aos usuários. Como não há possibilidade de parar o carro nas imediações, estacionamentos da região lucram com os serviços, cobrando R$ 10,00 pelo período.

Foto: Ivanildo Porto