Por falta de pagamento, funcionários da UPA São João ameaçam paralisar todas atividades

Com salário em atraso, funcionários da Fundação ABC, gestora da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) São João, prometem paralisar as atividades. Por sua vez, a Prefeitura de Guarulhos informou que repassou na última semana cerca de R$ 6 milhões para a entidade, que aponta o atraso no repasse pela falta de pagamento.

“Vamos paralisar. Não é justo ficarmos sem receber nosso salário. Isso beira a falta de respeito conosco e com a população que necessita dos serviços básicos de saúde”, disse um funcionário.
O governo municipal ressalta que foram realizados três repasses na semana passada, nos montantes de R$ 1,87 milhão, R$ 2,11 milhões e R$ 2, 015 milhões. Informou ainda que, pelo contrato formalizado com a prefeitura, a responsabilidade pela compra de insumos e medicamentos é da Fundação ABC. Quanto à dívida deixada pela administração anterior, a Secretaria de Saúde informou que ela é de R$ 8,4 milhões.

Em contrapartida, a Fundação ABC justifica que a falta de pagamento dos funcionários que atuam nas unidades gerenciadas em Guarulhos, cujos valores deveriam ter sido depositados no quinto dia útil de abril, foi ocasionada pelo atraso no repasse financeiro pela Prefeitura de Guarulhos.

Entretanto, a entidade afirma que o repasse foi acertado somente na véspera do feriado, dia 13 de abril, em forma de cheque, o que leva ao menos dois dias úteis para compensação bancária. Dessa forma, os funcionários devem receber seus salários nesta terça-feira (18).

O contrato da prestação de serviço celebrado entre as partes é motivo de constituição de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) pela Câmara Municipal. Porém, suas atividades ainda não têm data definida para começar.

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto