Parte dos moradores desapropriados do Ponte Alta estão em situação de rua

Parte dos moradores que foram desapropriados da área localizada na Estrada das Lavras, próximo ao limite com a rua Biritinga, em uma região conhecida como Sítio Rancho Alegre, no Ponte Alta, estão em situação de rua, de acordo com os munícipes do bairro.
Na segunda-feira (29), foi realizada uma reintegração de posse com o apoio da Polícia Militar ao terreno que é de propriedade particular. De acordo com a Secretaria de Habitação, saíram 840 famílias do local, porém, os moradores entre crianças e idosos, muitos não tem opção para onde ir, e estariam na rua próximo ao terreno que houve a desapropriação.

“As pessoas moravam na área há quatro anos, porém, derrubaram as casas e agora elas estão na rua próximo ao terreno”, afirmou a atendente Mércia Rodrigues Bonfim, 22, que mora próximo ao local onde as famílias estão desabrigadas.
Segundo Bonfim, algumas famílias estariam pedindo comida nos supermercados. “Minha mãe está ajudando os moradores com a distribuição de alimentos”, revelou. O HOJE questionou a Secretaria de Habitação, que informou do local se tratar de uma área particular e que a pasta enviou assistente social e dois diretores para acompanhar a situação dos moradores.

“As famílias estão sendo assistidas pelas Secretarias de Habitação e Desenvolvimento e Assistência Social e pela Defesa Civil”, afirmou a administração municipal.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]