Na véspera do feriado do Dia da Consciência Negra, nesta segunda-feira (19), às 21h30, a Casa Natura Musical apresenta mais uma edição do seu projeto Frequências, com dois shows na mesma noite e apenas um ingresso: a dupla Craca e Dani Nega e o coletivo Ilú Obá de Min. Enquanto a dupla faz show do seu mais novo álbum, O Desmanche, o coletivo apresenta o espetáculo Akotirenes Yibi das Mulheres Quilombolas, sobre a história de incríveis mulheres e sua incansável luta por respeito e liberdade. Em algum momento da noite, todos se apresentarão juntos, além de fazerem uma bela homenagem a Raquel Trindade.

Em seu segundo álbum O Desmanche, a dupla Craca e Dani Nega, vencedora do Prêmio da Música Brasileira e do Prêmio Profissionais da Música 2018, refina a união entre a música eletrônica latina, o spoken word e o hip-hop numa potente e dançante performance poética e política. Com grande habilidade no RAP e muita presença de palco, a atriz-MC Dani Nega dispara com precisão versos que denunciam o racismo e a misoginia, enquanto Craca “espécie de Amon Tobin puxado no Tom Zé” (NowLoading) à frente da banda e com seus aparatos eletrônicos sob as mãos, coordena a massa sonora de beats e temperos “trazendo uma musicalidade completamente autêntica, mostrando que é possível inovar e renovar” (Fritz Molotov).

Já o Ilú Obá De Min se apresentará com 19 integrantes, tocando instrumentos como alfaias, xequerê, agogô e djembe. No repertório, cantos em Yorubá e danças, advindos dos terreiros de Candomblé e das culturas populares, realizando uma grande ópera de rua comandada pela força dos tambores. O protagonismo é inteiramente feminino e vem das mulheres a força para lutar por uma sociedade menos racista, sexista, machista e discriminatória.

Como uma associação paulistana sem fins lucrativos que tem como base o trabalho com as culturas de matriz africana e afro-brasileira, o Ilú Obá De Min surgiu em 2004, após vinte anos de pesquisa-ação desenvolvidas com variados grupos sociais. Atualmente dirigida por Beth Beli (indicada ao Prêmio Nacional do Cinema Brasileiro pela trilha do filme Pitanga) e Mazé Cintra, o objetivo da associação é preservar e divulgar a cultura negra no Brasil, mantendo diálogo cultural constante com o continente africano através dos instrumentos, dos cânticos, dos toques, da corporeidade, além de abrir espaço para ideias que visem ao fortalecimento individual e coletivo das mulheres na sociedade.

 

Serviço

Casa Natura Musical

Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros

Tel: (11) 3031-4143

www.casanaturamusical.com.br

Projeto Frequências

Quando: segunda, 19, às 21h30

Abertura da Casa: 20h

Ingressos: Meia-entrada para todos os setores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here