Após decisão de ministro do STF, defesa de Lula pede a soltura do ex-presidente à Justiça

Após a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio, de mandar soltar todos os presos condenados com condenação em segunda instância, a defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, entrou com pedido de soltura, em petição apresentada às 14h48.

Lula que está detido desde o mês de abril, na carceragem da Polícia Federal (PF), cumpre pena de 12 anos e 1 mês de prisão após condenação no caso que envolve o tríplex do Guarujá.