Festival Japonês reúne gastronomia e grande programação cultural neste final de semana

Com a proposta de trazer um pedacinho do Japão para o Brasil, o Bunkyo – Associação Cultural de Mogi das Cruzes – promoverá a 34ª edição do Festival de Outono Akimatsuri, um dos maiores festivais japoneses do país, que reúne um público de 90 mil, vindos de diversas cidades do Estado, em especial de Guarulhos.

O interesse dos visitantes se dá pelo tamanho do evento – organizado em um espaço de 240 mil metros quadrados –, pela decoração típica japonesa, como as lanternas (tyotins), uma vila cultural com oficinas de shodô (escrita japonesa), origami, mangá e um imenso portal japonês (torii), e também pela diversidade de atrações culturais oferecidas.

Somente no palco principal do evento se apresentam cerca de 60 atrações diferentes, durante os quatro dias de festival. São grupos de danças japonesas, de taiko (tambores japoneses), cantores nikkeis, grupo de teatro, entre outros.  Outra atração cultural muito esperada é a cerimônia de tooro nagashi – o ritual de soltar os barquinhos de isopor com velas na lagoa para homenagear as almas dos antepassados. Segundo a crença, a escuridão das águas reflete as luzes coloridas dos barquinhos, levando as almas dos familiares já mortos. O ritual é feito no Japão para lembrar das vítimas das bombas de Hiroshima e Nagasaki e é um dos mais aguardados do festival. Os barquinhos são confeccionados pelas escolas japonesas de Mogi das Cruzes e podem ser adquiridos no evento.

Os visitantes ainda aprendem a caligrafia japonesa (shodo), a mexerem na calculadora japonesa (soroban), a criar origamis, mangás e, ainda, podem fazer um pedido para ser cremado no Tanabata.

O Akimatsuri acontece em uma área de 240 mil metros quadrados, arborizada, dentro do Centro Esportivo do Bunkyo de Mogi das Cruzes, onde estão localizados o portal japonês (torii), lanternas japonesas (tyotins), uma vila cultural com oficinas de shodô (escrita japonesa), origami e mangá.

Gastronomia

Há também uma ampla praça de alimentação com uma grande diversidade de pratos orientais. Desde os mais comuns, como yakissoba e sukyaki, até os mais diferentes como o tempurá de sorvete – uma das sobremesas mais pedidas. No total, serão 30 boxes que servem também udon, tempurá, gyoza, harumaki, takoyaki, oniguiri, yakitori, e outras iguarias, como doces, pastel, churrasco e espetinhos de carne, frango e linguiça.

Há também um Centro de Negócios com mais de 100 estandes, divididos entre os setores automotivos, de prestação de serviços, alimentação, mini-shoppings e importados.

Exposição Agrícola

O Akimatsuri surgiu em 1986 para agradecer às boas colheitas e ainda hoje mantém a tradição de destacar a produção hortifrutigranjeira da região. Para tanto, é montado um Pavilhão de Exposição Agrícola com mais de 700 itens doados por cerca de 500 produtores de flores, frutas, legumes, hortaliças, cogumelos, ovos do Alto Tietê – região que faz parte do Cinturão Verde do Estado de São Paulo. A decoração do local impressiona os visitantes. Toda cenografia é feita com os produtos agrícolas, que viram escultura e paisagens.

Ingressos

Na bilheteria do Akimatsuri por R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia), neste caso para estudantes com carteirinha, professores e pessoas a partir de 60 anos. Crianças até 7 anos não pagam a entrada. Estacionamento R$ 27.

34º Festival do Outono “Akimatsuri”

Dias: 06, 07, 13 e 14 das 10h às 22h, aos sábados, e das 10h às 21h aos domingos.

Local: Centro Esportivo do Bunkyo de Mogi das Cruzes, avenida Japão, 5.919, bairro Porteira Preta, Mogi das Cruzes.

Informações pelo telefone (11) 4791-2022. 

Programação completa no site: www.akimatsuri.com.br