Após denúncia na UPA Cumbica, GCM detém acusado de agredir mulher

Uma equipe da Inspetoria de Patrulhamento da Área Leste da Guarda Civil Municipal (GCM) foi acionada por funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Cumbica para apurar uma ocorrência de lesão corporal, com base na Lei Maria da Penha, de uma mulher de 23 anos que deu entrada na unidade com ferimentos.

No hospital, os guardas foram informados pela própria vítima que o autor, um homem de 33 anos, a teria acompanhado até o local, mas que continuava a fazer ameaças. Ao ser interpelado pelo guarda, o mesmo negou tudo, de acordo com a GCM. Ambas as partes foram conduzidas ao 4º Distrito Policial, no Parque Alvorada, onde a autoridade de plantão ratificou a voz de prisão em flagrante do agressor, elaborando boletim de ocorrência por lesão corporal, violência doméstica e ameaça. Foi requisitado também exame de corpo de delito para a vítima.

O autor foi encaminhado à carceragem do 1º Distrito Policial, onde ficará à disposição da Justiça aguardando audiência de custódia. Segundo a vítima, ela mora com o agressor, com quem tem uma filha de quatro anos e sempre sofreu agressões e ameaças.

Serviço:

A Central de Atendimento da Guarda Civil Municipal recebe chamados 24 horas, ininterruptamente, pelos telefones 153 e 2475-9444.