Doe Sangue Guarulhos propõe ampliar doações no município

Antônio Boaventura

[email protected]

O projeto Doe Sangue Guarulhos espera ampliar a doação de sangue no município. As ações do grupo, que conta com oito voluntários, começaram no final do mês de junho deste ano com a orientação de pessoas e a entrega de materiais informativos.

“Queremos fazer ações diárias e contínuas. Mas, não fiz antes por medo. Quando você faz qualquer ação social às pessoas já atribuem a qualquer ato político. E o que me motivou foi um acidente que sofri em 2007 e isso me tirou da zona de conforto, além de me incomodar bastante”, explicou Erinaldo Bispo, presidente do grupo.

O Hospital Geral de Guarulhos (HGG), de responsabilidade do Governo do Estado, conta com um banco de sangue e recebe, mensalmente, cerca de 1.000 candidatos para doação. Cada bolsa pode auxiliar até quatro novos pacientes.

A quantidade é destinada aos atendimentos do próprio hospital e utilizada principalmente na realização de procedimentos cirúrgicos e no atendimento de urgências e emergências do município de Guarulhos. Entretanto, a pasta optou por não informar o nível atual do seu banco.

“As pessoas cobram demais e ninguém faz nada. E aí decidimos em fazer algo pela cidade com este projeto para fomentar a doação de sangue. Para tocar o projeto também contamos com o auxílio jurídico para entendermos as leis que acercam este caso”, disse Bispo.

Além do HGG, Guarulhos conta com os hemocentros do Hospital Stella Maris e o São Lucas. É permitida a doação de sangue para pessoas entre 16, acompanhado do responsável legal, e 69 anos, desde que tenha realizado doação após os 60 anos.