Musicar – Festival de Música Infantil” ganha edição on-line no mês das crianças

O Centro Cultural Banco do Brasil apresenta edição on-line do projeto
Musicar. Serão mais de 50 atrações em seis semanas de programação,
incluindo shows, oficinas, vivências, podcasts e webinars.

No mês das crianças, o Musicar – Festival de Música Infantil
estreia sua primeira edição on-line e totalmente gratuita, dentro do
projeto #CCBBemCASA. Maior festival de música infantil do país, o
Musicar na Nuvem vai transmitir mais de 50 atrações voltadas para toda
a família, que vão ao ar de 10 de outubro a 15 de novembro. A
programação conta com shows, vivências, oficinas, podcasts e webinars
e inclui artistas como a moçambicana Lenna Bahule, os mexicanos
Chalanes del Amor, a carioca Bia Bedran e o paulista Hélio Ziskind. O
festival conta com o patrocínio do Banco do Brasil, através da Lei
Federal de Incentivo à Cultura.

Com curadoria de Bebel Nicioli, a programação contempla atrações que
vão da música de concerto ao passinho, passando pelo frevo, o samba e
o rock. “A proposta é envolver criativamente as crianças e suas
famílias pela brincadeira e o prazer da livre expressão”, explica a
musicista e educadora, à frente do festival desde 2017. “Fazer
música é escutar, dançar, tocar, cantar, desenhar e percutir o corpo.
É um processo de experimentação sensível” – completa.

O festival, que já realizou três edições no CCBB Brasília e uma
edição no CCBB Belo Horizonte, estrearia neste ano no Rio de Janeiro e
em São Paulo. Com o isolamento social e uma programação 100% on-line,
as atrações agora poderão ser vistas por crianças e famílias de
todo o país. As transmissões serão feitas pelo Youtube
(www.youtube.com/musicarfestival [1]) e pelo Spotify
(spotify.com/user/musicar.festival [2]) do festival.

Programação dividida em quatro pilares

Os Shows na Nuvem reúnem grupos referência no cenário da música
infantil brasileira e internacional. Gravados nas rotundas dos CCBBs Rio
de Janeiro e São Paulo e em outras cidades do país, serão
transmitidos pelo Youtube para as casas das crianças e suas famílias.
Neste bloco, os destaques ficam por conta das apresentações de Bia
Bedran, Farra dos Brinquedos, Helio Ziskind, Duo Karma (Cuba), Lenna
Bahule (Moçambique) e Chalanes del Amor (México).

Nas Oficinas e Brincadeiras Musicais os artistas propõem às crianças
vivências musicais e corporais, em oficinas gravadas especialmente para
o festival. O diálogo entre o passinho e o frevo será tema da oficina
ministrada pela Passinho Brazil Cia de Dança, enquanto ritmos e
instrumentos latino-americanos dão o tom da oficina comandada pelos
mexicanos do Chalanes Del Amor. Música para bebês e crianças, música
na gestação e percussão corporal também são destaque na
programação.

Os Podcasts para Crianças oferecem contações de histórias musicadas
que exercitam a escuta e a imaginação das crianças. “Cordel
Animado”, com a pernambucana Mariane Bigio, “Passarinho, que som é
esse?”, com Hélio Ziskind, e ‘Contos indígenas’, com Marcia Wayna
Kambeba, estão na programação.

E as crianças não são o único público bem-vindo no Musicar. O ciclo
Webinar para Adultos, voltados para famílias e educadores, reúne
conversas com especialistas sobre música, brincadeiras e infância. As
entrevistas serão realizadas ao vivo, com transmissão pelo Youtube,
mediadas pela curadora do festival Bebel Nicioli.

Sobre o Musicar:

Nascido em 2017, o Musicar é o maior festival de música voltado para
crianças do Brasil, com programação para todas as idades. Nele, o
público é incentivado a explorar os sons em suas lúdicas
manifestações, seja em apresentações ao vivo, vivências, artes,
instalações interativas, brincadeiras e oficinas educativas.

É um convite às crianças para voar pelos ares da música: escutar as
cores, desenhar as notas, dançar os sons. O Musicar – Festival de
Música Infantil foi estruturado para apresentar às crianças uma
amostra da multiplicidade e diversidade de linguagens, repertórios e
vivências, de forma que possam se envolver criativamente com uma
música em constante processo de invenção, exatamente como é a
infância. O contato lúdico com uma música que estimule a
inteligência e a sensibilidade tem se revelado importante para uma boa
relação tanto entre crianças e adultos quanto entre as próprias
crianças.