Guti pretende cobrar na Justiça explicações sobre o processo de distribuição da CoronaVac pelo Governo do Estado

Antônio Boaventura
[email protected]

O prefeito Guti (PSD) revelou nesta sexta-feira (12) que pretende cobrar na Justiça explicações do governo estadual sobre possível distinção à Guarulhos em relação aos demais municípios do estado quanto ao processo de distribuição da CoronaVac, vacina para imunização da covid-19. De acordo ele, Campinas, com população inferior, recebeu mais doses que a cidade, até o momento.

De acordo com informações do próprio prefeito, Guarulhos, que possui 1.392.121  de habitantes, foi contemplada com mais de 55 mil doses. Destas, quase 45 mil já foram aplicadas em pessoas que fazem parte de grupos prioritários. Em contrapartida, Guti ressaltou que o Governo do Estado enviou para Campinas, que tem 1,2 milhão de habitantes, pouco mais de 89 mil doses.

“Recebemos menos e vamos buscar a Justiça para saber o por que da distinção com a nossa cidade. Guarulhos precisa de 2,5 milhões de doses e recebeu 55 mil doses, enquanto Campinas que tem uma população similar recebeu 89.275 doses. Se tivéssemos recebido mais vacinas teríamos vacinado mais. Abrimos dois polos e estamos preparados para fazer a vacinação em massa”, disse o prefeito Guti.

Além da possível batalha judicial ante ao Governo do Estado, Guti também destacou a investigação que a Administração Pública realiza para apurar irregularidades no processo de vacinação. O mesmo aponta a existência do crime de falsidade ideológica por pessoas que possivelmente burlaram as regras para obter vantagem em relação ao público classificado como prioritário.

“Estamos investigando pessoas que cometeram falsidade ideológica. Ela tem que ter vínculo com a área da saúde e não podemos deixar grupos prioritários para trás. Vamos mandar para o Ministério Público Federal e estamos fazendo uma investigação séria”, encerrou.