Câmara Municipal deve iniciar suas atividades em novo endereço na próxima segunda-feira (15)

Da Redação
[email protected]

O sonho da casa própria já se tornou realidade para a Câmara de Guarulhos. Depois de iniciar no dia 4 de março a mudança física da antiga sede, na Rua João Gonçalves, no Centro, para o prédio da Vila Augusta, a Casa Legislativa viu o presidente Martello (PDT) pela primeira vez despachar de seu novo gabinete na tarde de segunda-feira (8). Plenário da Casa é um dos setores em finalização de mudança e pode gerar economia de até R$ 3,7 milhões por ano.

No início de janeiro, o presidente vistoriava a obra e calculava em seis meses concluir a mudança, mas, com sua experiência em obras e gestão, seu esforço pessoal e o comprometimento de todos os funcionários, o prazo encurtou. Conta também o fato de que Martello preferiu não renovar os contratos de aluguel da sede da João Gonçalves, que venceriam neste mês.

Mesmo que alguns ajustes ainda precisem ser feitos, na próxima segunda-feira (15), boa parte das atividades normais poderão ser retomadas com segurança e qualidade. Mesmo que parte do trabalho seja em home-office, por conta das restrições referentes ao combate ao coronavírus.

Com a redução do prazo, cerca de R$ 315 mil mensais foram economizados, prova de zelo com o dinheiro público. Por falar em economia, ao sair do aluguel, a Câmara poupa cerca de R$ 3,7 milhões anuais. Calcula-se que, em menos de quatro anos o custo da obra será ressarcido e revertido em superávit, em função da ausência de gastos com o aluguel do prédio do Centro. Além disso, a Câmara terá a vantagem de poder fazer as melhorias estruturais que julgar necessárias.

Novo plenário – Dentro do cronograma de mudança, nesta quarta-feira, o plenário deixa definitivamente a antiga sede. O processo agora é de finalização de sua montagem e instalação dos equipamentos necessários para funcionamento e para transmissão da TV Câmara, incluindo salas de som e de transmissão. Por sinal, o local onde são tomadas as decisões mais importantes do legislativo guarulhense será entregue mais amplo e confortável. À prova de fogo, está localizado no térreo, na parte central do prédio, próximo às salas de reuniões e do setor administrativo.

Ao longo da semana, serão transferidos os móveis, objetos e documentos dos gabinetes da presidência e dos vereadores, do almoxarifado, do arquivo geral e o do Departamento de Administração de Pessoal. Em relação à área de tecnologia da informação, todos os sistemas de acesso remoto para os servidores trabalharem em casa estão em operação. O Plenário ainda precisa de pelo menos 120 dias para entrar em funcionamento devido às obras internas de cabeamentos.