Câmara quer proibir agrotóxicos em hortas comunitárias de Guarulhos

Foto: Freepik

Vedar a utilização de agrotóxicos nas hortas comunitárias de Guarulhos. Esse é o objetivo do PL 588/2022, de autoria do vereador Lamé (MDB), que foi analisado favoravelmente pela Comissão de Meio Ambiente da Câmara, durante reunião realizada na manhã desta terça-feira (7). 

As hortas comunitárias são espaços coletivos de produção de alimentos, cultivadas em áreas públicas por meio do trabalho voluntário. De acordo com o texto do projeto, além de proibir o uso de defensivos agrícolas, as hortas comunitárias deverão incentivar a compostagem de resíduos sólidos orgânicos, preferencialmente, para manutenção e produção dos alimentos cultivados. 

“Embora seja um projeto com alcance reduzido, porque nós, infelizmente, não temos muitas hortas comunitárias, foi importante que a gente desse esse parecer favorável. A preocupação com o uso de agrotóxicos e o incentivo à compostagem são importantes em uma cidade tão grande como a nossa”, disse o presidente da Comissão de Meio Ambiente, Edmilson (PSOL). 

Também estava na pauta da reunião o PL 566/2022, do vereador Geleia Protetor (PSDB), que é secretário da Comissão. A propositura visa a regulamentar a prestação do serviço de Pet Shop Móvel na cidade. Por considerar que o texto precisa de alguns ajustes, a Comissão vai elaborar um Substitutivo antes de emitir o parecer. 

- PUBLICIDADE -