Cidade de Guarulhos tem uma UBS para cada grupo de 19 mil habitantes

A falta de Unidades Básicas de Saúde (UBS) para os moradores de Guarulhos sobrecarrega o serviço na rede para quem precisa do atendimento médico. Segundo dados da Secretaria de Saúde a cidade, que possui 1.337.087 habitantes, tem 68 unidades, ou seja, uma UBS para atender uma média de 19.663 guarulhenses.
A diferença pode ser observada ao se comparar Guarulhos com Campinas. O terceiro maior município do estado, com 1.173.370 habitantes, conta com 63 UBS para atenderem em média 18.624 moradores.

O número é aceitável pelo Ministério da Saúde que considera favorável uma UBS para cada 15 a 20 mil habitantes. No entanto, a situação seria diferente se as obras de unidades de saúde em andamento fossem entregues pela pasta.
No início do mês, o secretário da Saúde, Carlos Derman, informou que as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Cumbica e Paulista, mesmo com obras concluídas, não devem ser entregues neste ano pela prefeitura. Segundo ele, o motivo é o percentual gasto pelo Executivo com a folha de pagamento dos funcionários que impede que novas contratações sejam feitas. Assim, não há possibilidade atualmente de que médicos, enfermeiros e novos profissionais sejam incorporados ao quadro da Saúde para atendimentos nessas unidades.

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que há muitos projetos de expansão e construção de novas UBSs. No momento, a UBS Parque Primavera está em fase de conclusão do novo prédio. A pasta ressaltou, ainda, que há recursos, decorrentes de emendas parlamentares, para ampliação de várias unidades, casos da UBS Morros, UBS São Ricardo, UBS Jardim Vila Galvão, UBS Cidade Martins, UBS Pimentas, UBS Nova Cumbica, UBS Taboão e UBS Carmela.

Reportagem: Rosana Ibanez
Foto: Ivanildo Porto