O ex-secretário de Desenvolvimento Urbano (SDU), Branislav Kontic, que exerceu o cargo durante as duas gestões do ex-prefeito Elói Pietá (PT), prestou depoimento na tarde desta quarta-feira (13), para o juiz da Operação Lava Jato Sérgio Moro, sobre a negociação do terreno para o Instituto Lula. Durante o depoimento de dez minutos, Kontic afirmou que não teve contato com esse episódio.

Uma das revelações do ex-secretário foi que o empresário Marcelo Odebrecht sempre o procurava com o objetivo de entrar em contato com o ex-ministro Antônio Palocci. Neste processo sobre o caso do terreno que a empreiteira Odebrecht destinaria para o Instituto Lula, Kontic é acusado de lavagem de dinheiro, além de outras duas acusações, como corrupção passiva e novamente lavagem de dinheiro entre os contratos realizados pela empreiteira e a Petrobrás.

Sociólogo de formação, Kontic teve prisão preventiva decretada em setembro de 2016, quando foi apontado pelos investigadores da Operação Lava Jato, como o elo de ligação entre Marcelo Odebrecht e Palocci. Kontic foi assessor de Palocci durante o mandato do petista na Câmara dos Deputados, no período entre 2007 e 2010

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here