Doria diz que monotrilho no Aeroporto de Guarulhos deve ficar pronto até dezembro de 2021

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Na manhã desta quarta-feira (31), o governador João Doria (PSDB), afirmou em entrevista durante a entrega do acesso Clínicas da estação Oscar freire aos passageiros da Linha-4 Amarela, que o monotrilho do Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos em Cumbica, tem previsão de entrega até dezembro de 2021.

“As obras serão iniciadas já agora neste segundo semestre e a previsão de entrega é até dezembro de 2021. Essa extensão de cerca de 1.300 metros levará o metrô até os terminais de Guarulhos e será abatido do valor da outorga ao Governo Federal, já que o pagamento será feito pelo GRU Airport “, afirmou Doria.

O governador destacou também que as conversas para a implantação do monotrilho ocorreram desde o inicio do governo. “Era algo que machucava São Paulo, uma linha de trem até o aeroporto mais importante do país, que não chegava aos terminais. Até o final de 2021 nós teremos essa inauguração, suprindo uma falha que lamentavelmente existe nesse sistema”, concluiu.

A estação Aeroporto, da Linha-13 Jade, composta também pelas estações Guarulhos-Cecap e Engenheiro Goulart, está localizada a 500 metros de distância do Terminal 1, 1,5 km do Terminal 2 e 2 km do Terminal 3 do aeroporto. O monotrilho não haverá cobrança de tarifa, e o tempo previsto de deslocamento entre os terminais será de seis minutos, além de um custo aproximado de R$ 175 milhões.

Mais de dez empresas já manifestaram interesse no projeto, segundo GRU Airport

De acordo com o GRU Airport, mais de dez companhias entre nacionais e internacionais já manifestaram interesse em participar do projeto, porém, as obras ainda não começaram de acordo com a concessionária, porque aguarda uma aprovação formal por parte da Secretaria de Aviação Civil sobre a empresa que implantará esse transporte.

A Linha-13 Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) foi projetada para chegar até ao Aeroporto de Guarulhos, porém, atualmente está mais próxima apenas do Terminal 1 e tem ligação com outros terminais através de ônibus da própria concessionária do aeroporto. A demanda desta linha da CPTM é de apenas 13,6 mil passageiros por dia útil.

O monotrilho do aeroporto teria capacidade para atender até dois mil passageiros por hora em cada sentido.

Foto: Divulgação Governo de SP