Documentos são campeões na lista de itens de achados e perdidos

A cada mês, milhares de itens são encaminhados às centrais de achados das empresas ligadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM), mas só parte dos objetos consegue encontrar seu dono novamente. A maior parte acaba esquecida.

Documentos extraviados são o maior clássico nos “achados e perdidos” e entre eles, os cartões bancários figuram como os campeões de presença, acompanhados de Bilhete Único, BOM, carteiras, documentos, chaves, e óculos. Além deles, muitos passageiros também perdem celulares e a maioria dos que são encaminhados ao setor de “achados e perdidos” acaba sendo recuperada pelo dono, porque quem perde costuma ligar para o número.

Não é difícil imaginar que itens pequenos possam escapar do bolso ou da bolsa. Difícil é entender como objetos tão singulares acabam se separando de quem deveria estar de olho neles. Tem passageiro que já esqueceu de drone a vestido de noiva. Até mesmo cadeira de rodas já apareceu sem o proprietário.

Itens inusitados já encontrados…

– CPTM – Cadeira de rodas, carrinho de bebê, drone, gaiola, bengala, pia de lavabo e brinquedos eróticos.
– ViaMobilidade – Dentadura, garrafas de uísque e carrinho de bebê.
– Metrô – Vestidos de noiva, dentaduras, cadeira de rodas, muletas, próteses de membros inferiores, bicicletas e instrumentos musicais.
– Concessionária Metra/EMTU– Dentaduras e uma boneca inflável vazia dentro de uma bolsa.

Dados – Os números são grandes e mostram que muita gente precisa tomar mais cuidado com seus pertences! A CPTM contabiliza atualmente 11.160 itens na central de achados e perdidos. Historicamente, o setor recebe, em média 7600 itens por mês. Em 2020, por conta da pandemia, a média mensal está em 5 mil itens.

No Metrô, de janeiro a novembro de 2020 foram recebidos 49.137, sendo que 11.447 itens encontraram seus donos novamente. A Central do Metrô cuida dos itens encontrados nas Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata e também recebe o material achado na Linha 4-Amarela, operada pela ViaQuatro.

Na ViaMobilidade, dos 6.702 itens encontrados, 1.012 foram devolvidos. A central da Linha 5 recebeu 157 celulares e a média de devolução desses aparelhos é de 80%. Quem perde percebe e logo vai atrás.

Os dados do primeiro semestre mostram que a central da Concessionária Metra/EMTU recebeu 379 objetos e 732 documentos até junho.

Procedimento – Os documentos ficam guardados por 60 dias nas centrais do Metrô e da CPTM e por 90 dias na ViaMobilidade (Linha 5-Lilás) e na central da concessionária Metra, responsável pelo Corredor Metropolitano ABD (São Mateus-Jabaquara) e pela Extensão Diadema-Brooklin. Depois desse prazo, são entregues ao órgão emissor. Outros objetos são armazenados durante o mesmo tempo e antes de serem doados a instituições ou para o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo.

Serviço:
Centrais de Achados e Perdidos

CPTM – Linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda, 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade
Local: Estação Palmeiras-Barra Funda
Horário: segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto feriados
Contato: 0800 055-0121 ou pelo e-mail [email protected]

Metrô – Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha, 4-Amarela e 15-Prata
Local: Estação Sé
Horário: segunda a sexta-feira, das 7 às 20 horas, exceto feriados
Contato: 0800-770 7722, ou pelo site do Metrô [https://www.metro.sp.gov.br].

ViaMobilidade – Linha 5-Lilás
Local: Estação Adolfo Pinheiro
Horário: segunda a sexta-feira das 7h às 19h (exceto feriados)
Contato: 0800 770 7106

Metra/EMTU
Local: Terminal Ferrazópolis
Horário: segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
Endereço: Rua Pedro Henry, n.º 250 – Vila Olga, São Bernardo do Campo/SP
Contato: (11) 4335-3232