Homem troca mensagens com menina de 11 anos e acaba preso por pedofilia em Guarulhos

Homem foi preso em um canteiro de obras, em Guarulhos (SP), nesta segunda-feira (3) - Foto: Polícia Civil

A investigação começou em Osvaldo Cruz e terminou com a prisão de um homem, indiciado por pedofilia, nesta segunda-feira (3), em Guarulhos.

Segundo a Polícia Civil, as apurações tiveram início com a denúncia de um pai, que viu que a filha de 11 anos tinha trocado mensagens e imagens de cunho sexual com uma pessoa desconhecida.

De acordo com a corporação, essa denúncia foi feita em setembro de 2019 e o homem procurou a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Osvaldo Cruz. Diante das informações foi instaurado inquérito policial, sendo a investigação encaminhada para o Setor de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia da Polícia Civil do município.

Durante os trabalhos, foi feita análise do aparelho celular da criança. A polícia verificou que, apesar de saber a idade da vítima, o autor passou a encaminhar fotografias pornográficas, fazendo convites para prática de atos sexuais, recrutando a garota e induzindo para que fizesse o encaminhamento de fotos em que ela estava nua, o que, segundo a corporação, a criança acabou fazendo.

Também conforme a polícia, o autor criou uma conta falsa em uma rede social e possuía diversos contatos, “todos parecendo se tratar de crianças e adolescentes”. “Com autorização judicial, foram colhidas informações que permitiram a identificação de um suspeito, que se tratava de um homem com 35 anos, na época dos fatos”, salientou a corporação.

Realizadas diligências na cidade de São Paulo, a equipe policial foi até a residência do autor, porém ele havia se mudado do imóvel. Na ocasião, os policiais ainda conseguiram identificar familiares desse homem, que alegaram desconhecer seu paradeiro ou telefone para contato.

“Devidamente demonstrada a autoria do crime, foi determinado o formal indiciamento do autor pela prática do crime previsto no artigo 240, §1º do Estatuto da Criança e do Adolescente (agenciar, facilitar, recrutar, coagir, ou de qualquer modo intermediar a participação de criança ou adolescente em cenas de sexo explícito ou pornográficas), sendo representado ao Poder Judiciário pela decretação de sua Prisão Preventiva, a qual foi deferida”, explicou a Polícia Civil.

A equipe policial identificou regiões nas cidades de São Paulo e Guarulhos, onde o indiciado transitava, e em trabalho de campo realizado naqueles municípios, a prisão foi realizada na tarde desta segunda-feira (3), em um canteiro de obras em Guarulhos.

O homem foi encaminhado para a Delegacia Seccional de Guarulhos, de onde será encaminhado ao 1º Distrito Policial da mesma cidade e permanecerá à disposição da Justiça.