Dia das Mães deve movimentar R$ 12 bilhões em São Paulo

Foto: Pixabay/Pexels

Segunda data mais importante para o varejo, o Dia das Mães deve aquecer as vendas em São Paulo. Segundo a pesquisa realizada pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo (FCDLESP), com a participação das principais CDLs do estado, o aumento deve movimentar cerca de 12 bilhões de reais em todo o estado. 

Após dois anos celebrando a data com as restrições do plano São Paulo, os lojistas estão otimistas para a retomada. Segundo eles, a data servirá de termômetro para as próximas datas sazonais e para o fechamento do balanço semestral do varejo, já que, pelo terceiro mês consecutivo, o setor demonstra aumento no volume de vendas. 

“Em 2021, tivemos um forte crescimento nas vendas na semana do Dia das Mães em relação ao ano de 2020, período que o comércio passava por restrições do Plano SP, porém,  neste ano, apesar da inflação e o desemprego, que deverão influir no desempenho das vendas, o varejo se mostra otimista. A liberação do FGTS e a primeira parcela do 13° dos aposentados devem potencializar as vendas”, explica o presidente da FCDLESP, Maurício Stainoff. 

Mesmo com o bom desempenho do e-commerce nos últimos anos, a FCDLESP afirma que a maior parte da demanda deve permanecer nas lojas físicas. Isso deve proporcionar um cenário positivo para os shoppings centers e comércios de rua. Os segmentos mais procurados devem ser os de uso pessoal, como calçados, roupas e acessórios.

A entidade afirma que alimentar e investir nas estratégias do ambiente digital colabora para o crescimento da demanda. Além disso, no atual cenário econômico do país, o consumidor busca por variedade boas  promoções e descontos, que podem impactar diretamente na decisão de compra. 

“A inflação e desemprego afetam diretamente o consumo, o otimismo leva em consideração o bom desempenho da data nos últimos anos e os últimos índices que o varejo vem demonstrando. Por isso, é essencial que o lojista ofereça um atendimento personalizado e conheça o seu cliente”, finaliza Stainoff.

- PUBLICIDADE -