Eleições faz com que governo sofra debandada do primeiro escalão

Seis nomes que compõem o primeiro escalão da prefeitura deixaram o governo nesta sexta-feira. A saída foi necessária para que eles possam concorrer às eleições deste ano, conforme determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Todos eles devem retornar à Câmara Municipal na próxima semana.

O PT, que mantém a maior bancada no Legislativo com nove vereadores, contará com o retorno de Genilda
Bernardes, que comandava a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, e tentará ser reeleita para um segundo mandato. Além dela voltarão para a Casa de Leis Moacir de Souza, secretário de Educação; Edmilson Souza, secretário de Cultura; e José Luiz Guimarães, diretor-presidente da Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A (Proguaru) todos tentando ser eleito para um terceiro mandato. Assim
os suplentes Eneide Lima, Laércio Pereira, Maurício Brinquinho e Marisa de Sá deixam a Casa.
A frente da Secretaria de Segurança Pública durante todo o governo do prefeito Almeida, João Dárcio (PTN), retornará a Casa de Leis para concorrer ao seu terceiro mandato como vereador. Armando Matos (PDT) também deixou o comando da Secretaria de Assuntos Legislativos.

Após um grande desgaste entre o partido e o governo municipal, Matos optou por sair e colocar o nome a disposição do PDT para o pleito deste ano.

Outra saída ocorreu há duas semanas quando o ex-presidente do Legislativo, Eduardo Soltur (PSD), deixou
o comando da Secretaria de Serviços Públicos, retornando à Câmara. Soltur está em seu quarto mandato como vereador, além de já ter assumido uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Prefeitura – Já aqueles que desejam disputar a prefeitura só devem deixar os cargos em junho. Isso porque, conforme a Justiça Eleitoral, quem ocupa cargos de secretários da administração municipal ou membros de órgãos congêneres devem deixar as funções quatro meses antes do pleito. A expectativa é que
até lá o secretário de Esportes, Wagner Freitas (PTB), deixe o comando da pasta. Após dois mandatos na Câmara, Freitas concorreu em 2012 ao Paço Municipal ficando em terceiro lugar com 54.097 (9,46%) dos votos válidos.

Reportagem: Rosana Ibanez