Juiz da 2ª Vara da Fazenda decide nesta terça sobre modelo de cobrança da tarifa de ônibus proposto por Guti

Assunto:Terminal de Onibus São João Local:São João Data:20.03.2012 Foto:Sidnei Barros/PMG

Uma ação popular pode impossibilitar o prefeito Guti (PSB) de colocar em vigência o novo modelo proposto para a cobrança da tarifa de ônibus na cidade. Através de decreto, o chefe do Poder Executivo aumentou o valor desta prestação de serviço em 3,61% e 13,25%. O governo municipal usou como justificativa para o reajuste a reposição da inflação dos últimos 12 meses.

“O Decreto como editado é ilegal, além do que dificulta ainda mais o acesso do Cidadão (já endividado) ao transporte, lazer e trabalho. Aumento de tarifas é a principal política dos governos. Aguardemos, por ora, a resposta da liminar requerida”, disse o advogado Edson Belo da Silva, autor da ação.

*Maiores detalhes você confere na edição do HOJE desta terça-feira (30).

Foto: Sidnei Barros/PMG

- PUBLICIDADE -