Novos trens da Linha-13 Jade devem entrar em operação no segundo semestre, diz CPTM

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Os novos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), da Linha-13 Jade, que contempla as estações Aeroporto, Guarulhos-Cecap e Engenheiro Goulart, devem entrar em operação no segundo semestre deste ano, de acordo com a companhia. Serão oito novos trens, totalizando 170 metros de comprimento, além de bagageiros e ar condicionado.

“Entrarão em operação a partir do segundo semestre. Eles estão sendo fabricados na China e cada unidade passará por testes obrigatórios de desempenho na CPTM assim que chegar ao Brasil. A Companhia acompanha periodicamente a fabricação das composições”, informou em nota a companhia.

Segundo a empresa, até sexta-feira (10), a média diária de passageiros transportados por dia útil é de 14 mil na Linha-13 Jade. No domingo (12), de acordo com usuários, um problema técnico causou impacto na operação da linha, e o tempo de espera entre os trens teria demorado até uma hora.

A CPTM não se pronunciou a respeito desse problema, porém, através da conta do Twitter da companhia, a empresa divulgou que às 11h47, a Linha-13 Jade operava com velocidade reduzida. A circulação só foi normalizada às 12h37, e o motivo do problema não foi informado na rede social.

O consórcio responsável pela fabricação dos novos trens é o Temoinsa-Sifang, que venceu a licitação internacional com o valor de R$ 316, 7 milhões.