Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Os vereadores aprovaram nesta sexta-feira (28), em sessão extraordinária, o projeto enviado pelo prefeito Guti (PSB), que prevê o reajuste de 2%, parcelado em três vezes, para os servidores públicos. Líder do governo, o vereador Eduardo Carneiro (PSB) elogiou a atuação do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública de Guarulhos (Stap) na negociação com a prefeitura.

“O governo fez isso de uma forma extremamente responsável. A negociação se arrastou um pouco, mas tenho que louvar quem foi criticado pela oposição. O sindicato teve a responsabilidade de representar os servidores, mas teve a responsabilidade de colocar um teto para que não impactasse muito nas finanças do município”, observou.

O parlamentar entende ser justo o índice que os funcionários esperavam receber, que seria de 4,45%. Mas, acredita que o percentual foi o que a municipalidade poderia arcar naquele momento. “Acho extremamente justo o que o servidor reivindicava, mas eu destaco o trabalho do sindicato em ter um bom senso de chegar a um teto compatível com o momento”, explicou.

O líder da oposição, vereador Edmilson Souza (PT), ressaltou que o mais justo seria a reposição da inflação, que na época era de 4,45%. O mesmo também entende que, com essa postura, o chefe do Executivo contradiz o que pleiteava quando vereador.

“Para quem prometeu para a categoria respeito durante a campanha, como o prefeito atual fez, eu acho que é muito pouco. Acho que deveria ter sido pelo menos a reposição da inflação”, criticou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here