A Prefeitura de Guarulhos entregou nesta quarta-feira (31) o programa Academia na Praça 60+ na UBS Vila Carmela. Presente na inauguração, o prefeito Guti elogiou a disposição e a alegria dos frequentadores, além de enaltecer o projeto, que definiu como inteligente e desafiador por fazer mais com menos. “A academia economiza para a Prefeitura. Sabemos que saúde pública é muito cara quando a gente tem que remediar, atuar quando a pessoa já está doente. Este projeto espanta a doença, por isso temos que expandir e avançar mais”, ressaltou Guti.

Na oportunidade, o prefeito falou sobre a transformação na área da saúde, com a entrega de duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Centros de Especialidades Médicas de Guarulhos (Cemegs), nova ala da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Municipal de Urgências (HMU) e a reforma do PA Paraíso, que se tornará uma UPA com inauguração prevista para dezembro. “Realizamos ainda concurso com 147 vagas para médicos e 70 já disseram que querem trabalhar em Guarulhos e estão escolhendo suas unidades. Vamos nos esforçar ao máximo para chegar nos 140”, ressaltou Guti.

O secretário de Direitos Humanos, Lameh Smeili, afirmou que a concretização da Academia na Praça 60+ se tornou realidade devido à sensibilidade do prefeito ao aceitar esse projeto que colabora com a saúde pública. “Estou feliz com o projeto, em ver as pessoas saudáveis, com disposição e fazendo exercícios. Levem essa ideia da academia na praça para seus amigos, vizinhos, pratiquem exercícios, porque desta maneira estaremos melhorando nossa saúde”, enfatizou Lameh.

Aprovação

Os frequentadores da academia relataram que a atividade mudou para melhor a rotina deles. Maria Edna dos Santos Teixeira levou a mãe Virgilina Rosa dos Santos para participar pela primeira vez no dia da inauguração. Ela contou que a mãe está se integrando socialmente e a atividade faz bem para sua saúde, pois é paciente oncológica, tem diabetes, colesterol e hipertensão. “É muito importante ela se exercitar. Achei a atividade sensacional. Não sabia da existência deste projeto”, disse Maria, que lamentou não poder participar com sua mãe, já que estava no trabalho.

Moradora da Vila Carmela há 25 anos, Rosilene Pereira Santos frequenta as aulas com seu filho Manoel Adelson Pereira da Silva. Ela disse que a atividade tem feito muito bem para a saúde deles. “Meu filho é especial. Temos diabetes e os exercícios ajudam muito”, afirmou Rosilene.

As aulas acontecem três vezes por semana nos bairros Inocoop/Bonsucesso, Vila Carmela, Pimentas, Parque Residencial Bambi, Jardim Fortaleza, Cabuçu, Jardim Palmira, Parque Continental, Vila Rio de Janeiro e Cidade Soberana. As matrículas são gratuitas e podem ser feitas no próprio local, com apresentação de documento com foto, comprovante de endereço e atestado médico. Mais informações pelo telefone 2085-5632.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here