Zoológico de Guarulhos une conservação das espécies, conhecimento e lazer para toda a família

Considerado um dos mais bem equipados e diversificados do Estado de São Paulo, o Zoológico de Guarulhos, criado em 1981, possui extensão total de 70 mil m2. Atualmente são mantidos em exposição cerca de 500 animais de 100 diferentes espécies entre mamíferos, aves e répteis em recintos dispostos em meio a jardins, árvores nativas e lagos margeados por áreas reconstituídas com espécies da Mata Atlântica.

Além disso, a área do parque possui uma população de animais de vida livre que frequentam os lagos e áreas de mata em busca de alimento e abrigo, proporcionando ao visitante a oportunidade de observar diversas espécies como sanhaços, sabiás, periquitos, beija-flores, garças, além de aves migratórias como os irerês.

Os animais que vivem no zoo recebem uma alimentação balanceada e baseada no conhecimento das necessidades nutritivas do organismo de cada um. Assim, cada animal tem um cardápio personalizado onde é levada em consideração característica fundamentais, como a função de sua espécie, idade, sexo, entre outras.

A estrutura do zoo conta com 59 recintos de exposição, setor extra e quarentenário, que abrigam os animais residentes e animais recém-chegados e em tratamento. Há no local clínica veterinária e área de manejo, com salas de atendimento, laboratório, sala de cirurgia, área de internação e sala de necropsia, e também um setor de alimentação e biotério para produção de alimentos vivos.

Novos animais

Os dias de solidão de Pequi, lobo-guará residente no Zoo há cerca de 18 meses, chegaram ao fim. No último dia 01º de outubro, foi celebrado o “casamento” do macho de cinco anos de idade com a fêmea Kiara, de dois anos e meio, que chegou há 15 dias ao parque após tratar uma fratura no membro posterior esquerdo na Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) de Botucatu, interior de São Paulo.

Por tratar-se de espécie com alto grau de ameaça de extinção, a formação do casal visa à preservação. “Esperamos que esta união traga muitos filhotes para assim podermos cumprir uma das funções primordiais do zoo, que é contribuir com a preservação da biodiversidade”, explica Fernanda Magalhães, diretora do Zoológico de Guarulhos.

Com aproximadamente 25 kg cada um, Pequi e Kiara agora dividem um recinto com 690m2 ambientado com muita vegetação nativa do cerrado e tocas. A alimentação oferecida no zoo fornece os nutrientes que a espécie encontraria na natureza, sendo composta por proteína de origem animal, frutas, legumes e ração umedecida. Os lobos-guará têm hábitos crepusculares, ou seja, para aumentar as chances de vê-los em atividade, melhor agendar a visita ao parque para o período da manhã.

Filhotes de sagui ameaçados de extinção nascem no Zoo

Dois filhotes de sagui-da-serra escuros (Callithrix aurita), uma das 25 espécies de primatas mais ameaçadas de extinção em todo o planeta, segundo a União Internacional para Conservação da Natureza, nasceram no último dia 10 no Zoo.

Desde 2009, ano em que o zoo de Guarulhos passou a integrar o Grupo Multi-institucional para a Conservação do Sagui-da-serra-escuro, 12 filhotes de três casais diferentes já nasceram vivos no local, o que conferiu ao parque municipal o posto de coordenador do studbook da espécie que gerencia toda a população em cativeiro no País, e o título de primeiro zoológico do Brasil a reproduzir com sucesso a Callithrix aurita.

O trabalho é coordenado pela médica veterinária do zoo e presidente da Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (Azab), Claudia Igayara, que comentou a chegada dos filhotes. “Os nascimentos representam a consolidação do nosso trabalho pela conservação desta espécie que ocorre em nossa região e, por isso, são muito importantes. Estamos todos muitos felizes com o crescimento da família”, afirmou.

Serviço:

Endereço: avenida Dona Glória Pagnoncelli, 344 – Jardim Rosa de França

Horário de funcionamento: terça-feira a domingo, das 9h às 17h

Entrada e estacionamento gratuitos