Prefeitura de Guarulhos não dá trégua ao controle de aglomerações de pessoas por toda a cidade

Fotos: Divulgação/PMG

Ações conjuntas da Prefeitura de Guarulhos mantêm intenso o controle de aglomerações na cidade.  Equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) atendem denúncias e fazem trabalho de patrulhamento preventivo a fim de evitar aglomerações, o que pode agravar ainda mais a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Nos últimos dias os agentes percorreram locais da cidade que costumam reunir grande quantidade de pessoas e ser alvo de inúmeras denúncias, como é o caso do Piscinão da Vila Galvão, do Lago dos Patos, do Complexo da Vila Carioca e do Mirante no Parque Continental, entre outros espaços públicos, praças e quadras da cidade. A circulação nesses pontos diminuiu bastante após as ações da Prefeitura. Equipes se deslocam diariamente e em diferentes horários atendendo denúncias e se certificando de que a população está mais consciente dos perigos.

Entre os dias 9 e 12 deste mês a GCM respondeu denúncias de aglomeração de pessoas na avenida Transguarulhense e na rua José Pedro da Silva (Parque Continental), na rua Cônego Valadão (Gopoúva), nas ruas Porto Velho, Envira, Santo Antonio do Cavia e na avenida Brejinho (Jardim Cumbica) e também na região da Base Aérea.

Em uma praça no Jardim Nova Ipanema os agentes dispersaram  e orientaram cerca de 40 pessoas que jogavam bola numa quadra e, no Jardim Maria Dirce, responderam  uma denúncia sobre pessoas que ocuparam uma escola desativada para beber e usar drogas. Contudo, não havia ninguém quando chegaram ao local. Houve também denúncias sobre um baile funk próximo à UBS Belvedere, no Parque Mikail. No local, moradores usavam som alto para promover uma festa. Eles foram orientados a desligar os equipamentos e os guardas dispersaram os presentes.

As ações antiaglomeração continuaram na rua Jacutinga, Parque Jurema. Naquele local as pessoas voltaram a se reunir depois da saída das viaturas. Foi necessário apoio da PM para vigilância na rua. Houve ainda denúncia também sobre pancadão realizado de madrugada na rua Maria Guilhermina, na região do Cabuçu – viaturas estacionadas no local impediram a realização de novo baile funk.

Diligências foram realizadas após denúncia na Central de Atendimento da GCM (153) na rua São José da Laje, Cidade Parque Alvorada, e na rua Inhauma, Jardim Scyntila. Nesses locais as situações foram resolvidas após orientação e dispersão da população. Equipes percorreram também a praça IV Centenário e a Igreja Matriz, locais que recebem geralmente um grande número de pessoas, mas que se encontravam vazios.

A Prefeitura agradece a colaboração das pessoas e pede para que continuem denunciando as aglomerações pelos telefones 153 e 2475-9444, da Central de Atendimento da GCM, que funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.