Política: Nova sede da Câmara Municipal deve ser entregue no dia 17 deste mês

Da Redação
[email protected]

A Câmara Municipal de Guarulhos deve ganhar um novo endereço nos próximos dias. A estrutura, que atualmente está na região central, passa á atender suas demandas no bairro de Vila Augusta, em prédio próprio. Os preparativos para a nova sede devem ser concluídos até o dia 17 deste mês. Mas, ainda serão necessários pequenos ajustes que serão realizados após essa data, devido a problemas enfrentados pelos fornecedores com a oferta de matéria-prima no mercado.

Os gabinetes dos vereadores serão ocupados a partir do dia 15 de janeiro de 2021, dia programado para mudança dos diversos setores para as novas instalações. A primeira sessão oficial de 2021 será realizado no novo prédio, mesmo com algumas restrições técnicas, já que a pandemia dificultou a operação de empresas que estão atuando na montagem de vídeo e som do plenário.

A nova sede da Câmara foi adquirida ainda na gestão do ex-prefeito de Guarulhos, Sebastião Almeida , que estava vinculado ao PT naquela ocasião e que agora integra os quadros do PDT). Questões burocráticas como de licitação, atrasaram a entrega e aumentaram o valor da construção. O custo total da obra foi de R$ 14.772.907,66, segundo a prefeitura.

A Câmara Municipal reservou R$ 8 milhões para a implantação de uma área exclusiva aos 34 vereadores. Com esta nova implementação no projeto, o custo total da nova estrutura pode alcançar o montante de R$ 36 milhões – estes estão distribuídos entre aquisição (R$ 14 milhões), gastos com obras (R$ 14 milhões) e a segunda fase da obra (R$ 8 milhões).

Atualmente, o legislativo guarulhense dispõem anualmente de seu orçamento a quantia de R$ 3,7 milhões para custeio do aluguel dos dois prédios que abrigam suas instalações. São cerca de R$ 720 mil para pagamento do plenário e outros R$ 3 milhões para a infraestrutura que aloca os setores administrativos.