Coluna 35

E a Proguaru?

O relatório elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), sobre a viabilidade ou não de se manter a Proguaru ativa, já foi encaminhado ao Legislativo. O veredito do documento vai ao encontro da Lei aprovada no ano passado, que prevê a extinção da empresa de economia mista. Entre vários tópicos, o documento cita que os valores pagos pela prefeitura à Proguaru, pelos serviços por ela prestados, estão acima dos praticados no mercado e sua capacidade produtiva está abaixo do ideal. Somando-se a isso um vultoso investimento, sem garantia de sucesso, o resultado não é nada favorável.

Na Câmara

Embora a Câmara tenha retornado do recesso nesta quarta-feira, 04, por se manter em formato remoto, a chegada do parecer da FIPE não tomou conta das discussões da sessão, como seria esperado numa versão presencial. A Coluna 35 apurou, no entanto, que a Comissão de Estudos que analisa o tema, presidida pelo vereador Edmilson Souza, irá antecipar seu relatório, originalmente previsto para ser entregue no dia 20 de setembro.   

Modernização

Um estudo divulgado pelo Boston Consulting Group, mostrou que o Brasil anda a passos de formiga em direção a uma frota automotiva elétrica, de energia limpa. Mesmo assim, algumas cidades como São Bernardo do Campo já estão implantando linhas de ônibus elétricos com grande capacidade de autonomia, desempenho e, principalmente, tarifas mais baratas. A empresa Eletra Industrial já vem produzindo com sucesso esses coletivos. Alguém de Guarulhos podia dar uma espiada por lá.

Jesus!

Mesmo sob forte pressão, a sindicância aberta pelo presidente da Câmara, Fausto Miguel Martello, para apurar possíveis irregularidades no prejuízo de R$ 500 mil, em aplicações financeiras realizadas na gestão do Prof. Jesus Roque de Freitas, deverá ouvir os gestores da Caixa Econômica Federal, para saber se houve consulta aos mesmos sobre as tais aplicações.

Silêncio de ouro

Impressionante a disputa no Facebook pela paternidade das medalhas de ouro e prata da ginasta Rebeca Andrade. É claro que a jovem atleta é guarulhense. É claro que ela iniciou sua carreira aqui. Como também é claro que ela só tenha conseguido a estrutura que lhe permitiu a vitória nas Olimpíadas com o seu talento. “Parabéns à nossa conterrânea”. “Parabéns a todos os profissionais que permitiram seu desenvolvimento”.  “Parabéns Rebeca”. Só isso já bastaria.