Casa Mário de Andrade realiza cursos sobre vertentes modernistas e ritmos afro-brasileiros

Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade e Mário de Andrade (Foto: Acervo IEB-USP)

Crítica modernista, a moda do início do século XX e a análise de ritmos afro-brasileiros a partir das pesquisas in loco realizadas por Mário de Andrade serão os temas desenvolvidos nos cursos de novembro e dezembro, realizados pelo museu Casa Mário de Andrade. A instituição – da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e gerenciada pela Poiesis – oferece diversas atividades culturais e educativas ligadas às áreas diversas em que o seu patrono atuou: literatura, música, pesquisa, gestão cultural e crítica de arte.

Todas as atividades informadas a seguir acontecerão das 19h às 21h, disponibilizadas de forma on-line, via Zoom.

Carlos Gomes: compositor do império e a crítica modernista será um curso coordenado por Lutero Rodrigues, professor do Instituto de Artes da UNESP e doutor em Musicologia pela ECA-USP. Os encontros, a serem realizados nos dias 9, 16, 23 e 30 de novembro, serão compostos por um panorama das contribuições do compositor paulista Carlos Gomes (1836-1896) para o desenvolvimento da música nacional e as diferentes críticas que a sua obra recebeu por nomes do modernismo musical, entre eles Mário de Andrade. As inscrições estão abertas aqui .

Carolina Casarin, mestre em Letras e doutora em Artes Visuais, ministrará as aulas do curso Alfaiataria e modos de vestir no início do século XX: Oswald, Mário de Andrade e Tarsila do Amaral, nos dias 10, 17 e 24 de novembro e 1º de dezembro. O objetivo é introduzir os participantes nesse estudo, com atenção, principalmente, aos itens dos guarda-roupas desses expoentes do modernismo brasileiro que dão nome à atividade educativa. O formulário de inscrição está aberto neste link.

As atividades acima integram a agenda do Modernismo Hoje, conjunto de ações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo que celebra o centenário da Semana de Arte Moderna de 1922.

O acervo de ritmos musicais analisados pela Missão de Pesquisas Folclóricas, organizada por Mário de Andrade no final dos anos 1930, será o material de estudo da turma participante do curso Teoria e prática dos ritmos afro-brasileiros. Nos dias 2, 7, 9 e 14 de dezembro, os alunos entrarão em contato com aspectos das expedições feitas para registro de manifestações culturais do nordeste e norte do Brasil, lideradas por Mário, que tiveram grande impacto no entendimento das diversas identidades presentes no país. A coordenação será de Luiz Lobo, percussionista, especialista na música tradicional paulista, especialmente o samba, e que faz parte de grupos como Pauliceia Samba e Choro, Paranapanema e Cachuera. As inscrições seguem abertas ( link).

Para ficar por dentro de toda a programação do museu, acesso o site .

Serviço:

Carlos Gomes: compositor do império e a crítica modernista

Com Lutero Rodrigues

Terça-feira, 9, 16, 23 e 30 de novembro, das 19h às 21h
Inscrições até 9/11: aqui
250 vagas | Zoom | Grátis

Cronograma:
09/11 – Afinal, Carlos Gomes realmente fez sucesso na Itália?;
16/11 – Carlos Gomes: o maior herói brasileiro do século XIX;
23/11 – A crítica modernista: propósito, fundamentação e consequências;
30/11 – A visão de Mário de Andrade.

Alfaiataria e modos de vestir no início do século XX: Oswald, Mário de Andrade e Tarsila do Amaral
Com Carolina Casarin
Quarta-feira, 10, 17 e 24 de novembro, e 1º de dezembro, das 19h às 21h
Inscrição até 10/11: link
250 vagas | Zoom | Grátis

Cronograma:
10/11 – Modos de vestir do grupo modernista de São Paulo;
17/11 – A alfaiataria dinâmica de Oswald de Andrade;
24/11 – Princesa Tarsila de Oropa e Antropofagia;
1/12 – O enxoval do Turista Aprendiz.


Teoria e prática dos ritmos afro-brasileiros
Com Luiz Lobo
Terça e quinta-feira, 2, 7, 9 e 14 de dezembro, das 19h às 21h
Inscrição aberta até 2/12: link
250 vagas | Zoom | Grátis

Casa Mário de Andrade
Telefone: (11) 3666-5803 | 3826-4085 | E-mail: [email protected][email protected]
Agende sua visita para as exposições e confira as medidas de segurança para se proteger da Covid-19 pelo site do museu.
Horário de funcionamento
Terça a domingo das 10h às 18h

Rua Lopes Chaves, 546 – Barra Funda – São Paulo
Acessibilidade: rampa de acesso ao andar térreo e fraldário móvel.
Programação gratuita

SOBRE A CASA MÁRIO DE ANDRADE
A Casa Mário de Andrade funciona no endereço da antiga casa do escritor Mário de Andrade, um dos principais mentores do modernismo brasileiro e da Semana de Arte Moderna de 1922. O museu abriga uma exposição permanente, que é aberta à visitação, com objetos pessoais do modernista, além de documentos de imagem e áudio relacionados à sua trajetória. O museu também realiza uma intensa programação de atividades culturais e educativas. A Casa integra a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis.

SOBRE A POIESIS
A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.