Brasileiros são, novamente, os que mais gastam tempo em apps

Foto: Cottonbro no Pexels

Uma nova pesquisa publicada pela App Annie mostra que os gastos com aplicativos móveis atingiram US$170 bilhões em 2021 — somando App Store e Google Play. Isso representa um aumento de 19% ao ano, porém indica uma queda de um ponto percentual em relação à taxa de crescimento que a firma viu na pesquisa anterior.

O crescimento no número de downloads de aplicativos, no entanto, caiu um pouco mais. Embora os consumidores estejam instalando mais aplicativos do que nunca — 230 bilhões só em 2021, estabelecendo outro recorde —, a própria taxa de crescimento está diminuindo.

O que também está claro é que os consumidores estão gastando mais tempo em aplicativos — chegando a superar o tempo que passam assistindo a TV em alguns casos.

Como já analisado anteriormente pela App Annie, os usuários brasileiros possuem, novamente, a maior média de tempo gasto em apps: mais de 5 horas por dia em 2021 — equiparando-se aos consumidores na Indonésia.

Grande parte desse tempo foi gasto em aplicativos sociais, de foto e vídeo, os quais representaram 7 de cada 10 minutos gastos pelos usuários no ano passado. Esse aumento do tempo gasto em aplicativos teve um impacto direto nos gastos do consumidor — e nos novos apps multimilionários e bilionários.

Mais precisamente, cerca de 233 aplicativos e jogos renderam mais de US$100 milhões em 2021 — e 13 títulos que geraram mais de US$1 bilhão. Isso representa um aumento de 20% em relação a 2020, quando 193 aplicativos e jogos superaram a marca de US$100 milhões e apenas 8 títulos faturaram mais de US$1 bilhão.

A pesquisa também listou os principais aplicativos e jogos em todo — tanto em número de downloads quanto em gastos de usuários. Dessa forma, os cinco principais aplicativos mais baixados em 2021 foram: TikTok, Instagram, Facebook, WhatsApp e Telegram. Por gastos do consumidor, a lista foi: TikTok, YouTube, Tinder, Disney+ e Tencent Video.

Já no universo dos jogos, os títulos mais baixados incluem: Garena Free Fire, Subway Surfers, ROBLOX, Bridge Race e Candy Crush Saga. Por gastos, a lista foi liderada por ROBLOX, Genshin Impact, Coin Master, Arena of Valor (Honor of Kings) e Candy Crush Saga.

Por fim, a chefe de insights de mercado da App Annie, Lexi Sydow, disse que, em 2021, consumidores “basicamente aceleraram os hábitos que foram catalisados em 2020”, incluindo o uso de cada vez mais apps para necessidades diárias — como alimentação, transporte e compras.