Uma ação entre um grupo de amigos ajuda moradores de rua nos finais de semana em Guarulhos.

Arnaldo tem 32 anos, morador da região do Taboão, e através de uma reunião entre amigos, começou um projeto a três meses atrás voltado para ajudar moradores de rua, efetuando entregas de sopa, cobertores e até buscando assistência para instituições.

O projeto começou entre amigos, com o nome Soldado do Amor, reúne um grupo no Whatsapp, com 20 pessoas, e o objetivo de arrecadar doações para distribuição entre os moradores de rua na cidade de Guarulhos, atuando em regiões mais afastadas ao centro, já que segundo Arnaldo, em alguns pontos do centro de Guarulhos, existe ONGs que ajudam moradores.

Nesta última sexta-feira, (10), Arnaldo teve uma ideia graças a um amigo, para a criação de um site com a campanha “ Mantas que salvam Vidas”, com o objetivo de arrecadar 2.700 reais para compra de 300 mantas, com o valor de 9 reais cada uma para atender moradores de rua que necessitam deste apoio diante deste frio.

“Eu comecei com este projeto depois que eu vi uma noticia de que um morador de rua morreu por passar frio, a partir daí fui entender um pouco da dificuldade que eles passam diariamente nas ruas”, disse Arnaldo ao começar o projeto.

Os bairros que já foram atendidos entre sábados e domingos são Cocaia, Continental, Paraventi, Jardim Moreira e Taboão. Um dos casos que mais impressionou Arnaldo foi de uma senhora já aposentada, que deixou para trás a sua casa para viver ao lado do filho, usuário de drogas, próximo à região do Parque Cecap.

A divulgação do projeto “Mantas que Salvam Vidas”, é realizada através do Facebook e por intermédio de amigos, com o objetivo de arrecadar os 2.700 reais até o dia 30 de julho.

Com o slogan, “Vamos combater o frio com amor”, 21 pessoas já ajudaram através do site, e somente no primeiro dia, 18 pessoas já efetuaram a doação através deste endereço: (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/mantas-que-salvam-vidas).

Reportagem: Ulisses Carvalho

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here