Guti irá recorrer de sua perda de mandato

O vereador Guti, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), teve sua candidatura cassada por infidelidade partidária, em um parecer que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) emitiu ontem no inicio da noite, após o ex-partido do vereador, o Partido Verde anunciar a decisão no inicio da tarde.

A decisão não influencia na pré-candidatura a prefeitura de Guti, que desde 2008 na política, acabou se desvinculando do Partido Verde em outubro de 2015, o que fez com pleiteassem o seu cargo, no qual segundo o vereador, ele irá recorrer da decisão de entregar o cargo ao primeiro suplente do Partido Verde, que no caso é Toninho D’Agostino.

O vereador se pronunciou por meio de seu Facebook. “Esta decisão do TRE-SP não influi em nada o processo eleitoral, continuo sendo pré-candidato a prefeito de Guarulhos e tenho a certeza de que esperam de mim alguém com força o bastante para lutar pelo que acredita e coragem suficiente para encarar o que for preciso para que tenhamos hoje uma cidade melhor”, disse o vereador através de sua página.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Foto: Ivanildo Porto