Todos os casos de furtos de cabos de semáforos da cidade se concentram na Vila Galvão

Todos os casos de furtos de cabos e fios de semáforos da cidade se concentram na Vila Galvão. Segundo a Secretaria de Transporte e Trânsito da cidade (STT), as cinco ocorrências desta natureza, foram notificadas por e-mail e resolvidas pela PM.
Já os casos de semáforos apagados tiveram queda em Guarulhos. A pasta informou que até junho deste ano foram registrados 64 casos, oito a menos que no mesmo período de 2015, o que representa uma queda de 11%. As manutenções também tiveram aumento em 2016. Foram realizados 1294 correções nos faróis do município no primeiro semestre; sete reparos por dia. Já ano passado este número chegou a 1276.
Os furtos de cabos são comuns na cidade. Segundo levantamento feito pelo HOJE, Guarulhos é a terceira cidade onde mais se furtam cabeamentos telefônicos do Estado de São Paulo. Segundo a empresa Vivo, o município já soma, desde janeiro até maio, aproximadamente 29 quilômetros de cabos furtados; sendo maior que Campinas, que registrou 27.
A capital São Paulo é a campeã no quesito com mais de 200 quilômetros furtados. Em seguida aparece Suzano com 35. A Vivo diz que os roubos acontecem com maior frequência de madrugada e envolve artifícios como uso de carros com adesivos falsos, escadas e até sinalização no local. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que a pena para este tipo de crime pode chegar até oito anos de prisão.

Reportagem: Gustavo Druzian